Nascentes do Ribeirão Colônia

 Sul                              

 

Estrada da Colônia, 2.500 – Jardim Novo Parelheiros
Inaugurado em 02/02/2020 (criado pelo Decreto n° 57.670, de 19 de abril de 2017)
Subprefeitura: Parelheiros
Área: 110.685,40m²
Aberto diariamente das 6h às 18h
Telefone: 5921-1415

INFRAESTRUTURA
Com cerca de 110 mil m², o Nascentes do Ribeirão Colônia é o primeiro parque urbano de Parelheiros, contemplando itens característicos de um parque urbano, com opções para a prática de esportes e lazer, como campo de futebol e pista de caminhada. Possui rara beleza cênica, com a contemplação de seus lagos. À sua volta estão propriedades rurais destinadas à agricultura familiar. Por isso, oferece uma Escola de Agroecologia. Localiza-se entre os bairros de Parelheiros e Vargem Grande.

PARTICULARIDADES
O Parque Municipal Nascentes do Ribeirão Colônia disponibiliza uma escola de agroecologia e uma unidade do Teia, coworking organizado da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, executado pela Agência São Paulo de Desenvolvimento Ade Sampa. Esse serviço é oferecido de segunda a sexta, das 9h às 18h.

Uma das finalidades do TEIA é justamente dar apoio à agricultura orgânica familiar, que reúne mais de 350 propriedades rurais nessa região. Por meio dessa plataforma, será possível potencializar as políticas públicas para produtores agrícolas, distribuidores e consumidores de alimentos. Trata-se de uma rede em parceria com o projeto Ligue os Pontos para fomentar ações empreendedoras e sustentáveis. A iniciativa é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. O espaço terá uma equipe do Instituto Pró-Brasil para atender os empreendedores locais, de segunda a sexta, das 9h às 18h.

Sua vegetação é composta por remanescente de Mata Atlântica, bosques heterogêneos, áreas ajardinadas, gramados e vegetação aquática (onde se destaca a erva submersa Mayaca fluviatilis). Destaques da flora: bambu-chinês (Bambusa tuldoides), caá-açu (Bathysa australis), cafezinho-roxo-da-mata (Psychotria suterella), cambuci (Campomanesia phaea), eucalipto (Eucalyptus sp.), jasmim-do-mato (Randia armata), jerivá (Syagrus romanzoffiana), mandioqueira (Schefflera sp.), palmeira-de-leque-da-china (Livistona chinensis), pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia), samambaiaçu (Cyathea delgadii) e tapiá-guaçu (Alchornea sidifolia).
Já foram registradas 98 espécies vasculares, das quais estão ameaçadas de extinção: cedro (Cedrela fissilis), palmito-jussara (Euterpe edulis), pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia) e Neomitranthes capivariensis.
Inventário de Flora 2021.

O BAIRRO
Parelheiros é o segundo maior distrito do município e concentra a maior parte de cobertura vegetal de São Paulo, com remanescentes de Mata Atlântica. A região recebeu a primeira imigração alemã no estado, no início do século 19, e mantém boa parte da cultura indígena preservada em sua área.

CONSELHO GESTOR
Os Conselhos Gestores dos Parques Municipais foram criados em 2003 para garantir a participação popular no planejamento, gerenciamento e fiscalização das atividades que ocorrem nos parques. O objetivo é envolver a comunidade na discussão das políticas públicas de forma consultiva, com enfoque nas questões socioambientais. Os Conselhos são integrados por representantes da sociedade civil (em geral, três frequentadores e um representante de movimento social ou entidade local), um representante dos trabalhadores do parque e três representantes do Poder Executivo. Saiba mais sobre os Conselhos Gestores no site da SVMA.

 


COMO CHEGAR
Ônibus:
6073-10 (JD. STA. TEREZINHA / TERM. VARGINHA)
6093-10 (VARGEM GRANDE / TERM. GRAJAÚ)