DIVISÃO DA FAUNA SILVESTRE

Divisão de Fauna

Divisão da Fauna Silvestre - Unidade Ibirapuera
Av. IV Centenário, Portão 7A
Plantão: (11) 3885-6669 / (11) 96715-5424 (whats app)
faunasvma@prefeitura.sp.gov.br

Divisão da Fauna Silvestre - Unidade Anhanguera / CeMaCAS
Avenida Fortunata Tadiello Natucci, altura do n° 300 / Estrada de Perus, 168
Plantão: (11) 3917-8873 (apenas nos finais de semana)
faunasvma@prefeitura.sp.gov.br

Sobre a Divisão da Fauna
A Divisão da Fauna Silvestre (DFS) possui duas unidades de atendimento e manejo No município de São Paulo, com sedes no Parque Anhanguera (CeMaCAS) e Parque Ibirapuera. Foi criada por lei em outubro de 1993, inicialmente para cuidar dos animais pertencentes ao acervo dos parques municipais (patos, cisnes, gansos e marrecos). Atualmente, desenvolve ações de proteção e conservação da fauna silvestre do município, região metropolitana e daquela oriunda de apreensões, em ações de combate ao tráfico.

O recebimento dos animais é realizado através de resgates ou apreensões pelas polícias ambientais e também pela entrega de animais por munícipes.

ATENÇÃO: é muito importante que o munícipe contate o setor ANTES de trazer o animal. Verifique os telefones de contato.

A Divisão da Fauna também realiza o Inventário da Fauna Silvestre do Município de São Paulo, edição 2018, atividade de grande importância para definir novas políticas públicas voltadas à conservação da biodiversidade no Município de São Paulo.

Entre todas as atividades desenvolvidas pela Divisão da Fauna, a que mais se destaca está relacionada ao atendimento médico-veterinário com suporte laboratorial visando à recuperação dos animais silvestres vitimados na cidade de São Paulo. Os mais de 5 mil animais encaminhados anualmente à Divisão de Fauna são atendidos em avançada unidade de saúde animal do Parque Anhanguera, onde está montada uma complexa estrutura denominada CeMaCAS – Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres. O setor cuida não só do atendimento veterinário, como também da reabilitação, triagem e destinação de animais silvestres, devolvendo-os à natureza ou repatriando-os, quando sua origem está localizada fora do estado.