Secretaria de Esportes e Lazer de São Paulo apresenta o Plano Municipal de Esportes e Lazer 2018-2025

O instrumento de planejamento estratégico está dividido em cinco eixos temáticos e será publicado nos próximos dias

 A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer publicará na terceira semana de Maio o Plano Municipal de Esportes e Lazer 2018-2025 (PMELSP). O Plano Municipal é fruto de um trabalho que teve início em 2011, por meio de convênio de Cooperação Técnica entre a SEME e a UNESCO, encerrado em 2016 com a apresentação de uma proposta de Plano Municipal, a qual foi construído de forma participativa e aprovado em duas consultas públicas.

Dando continuidade ao estudo, foram retomados os trabalhos pela atual gestão a fim de tornar realidade o Plano Municipal de Esporte e Lazer de São Paulo, como um marco na política municipal de esportes e lazer que pretende dar diretrizes para estruturar a atuação neste campo por meio de objetivos estratégicos e ações que contemplem os conceitos da prática esportivas, práticas corporais, físicas, recreativas e de lazer, além de ações de governança e gestão pública. A versão final foi debatida e aprovado pelo Conselho Municipal de Esportes e Lazer em reunião extraordinária realizada na última segunda-feira (15/05/2018).

O instrumento de planejamento estratégico está dividido em cinco eixos temáticos:

1. Esporte e Lazer como hábito de vida para todos: com 4 objetivos estratégicos e 18 Ações específicas.

2. Esporte de formação, triagem de talentos e alto rendimento: 3 objetivos estratégicos e 3 ações específicas.

3. Requalificação da rede de equipamentos esportivos municipais e expansão da política de lazer no município: 2 objetivos estratégicos e 9 ações específicas.

4. Desenvolvimento econômico e científico do campo de esportes e do lazer: 3 objetivos estratégicos e 7 ações específicas.

5. Governança, transparência e promoção de amplo controle social: 6 objetivos estratégicos e 25 ações específicas.

A partir desses eixos são estipuladas ações de curto, médio e longo prazo, criando condições para a continuidade das políticas, por meio a formação de estruturas administrativas perenes, planejamento estratégico de ações prioritárias, mecanismos institucionalizados de financiamento e avaliação de programas e diretrizes e códigos compartilhados por todos os atores sociais que compõem esse campo. Com isso, pretende-se criar condições que possam garantir a continuidade e estruturação de políticas de Esporte e Lazer enquanto políticas de Estado.

Os eixos temáticos e conteúdo foram apresentados ao Conselho Municipal de Esportes e Lazer, órgão colegiado de caráter consultivo e propositivo, que institucionaliza a relação entre a Administração Pública e os setores da sociedade civil atuantes na área esportiva.

A implementação do Plano Municipal de Esportes e Lazer 2018-2025 é uma contribuição fundamental para a construção das políticas públicas de Esporte e Lazer e estruturas administrativas sólidas para a população da cidade de São Paulo. A publicação na íntegra e completa do Plano acontece nos próximos dias no Diário Oficial.