Coordenadoria do Observatório de Políticas Sociais

COPS

O QUE É?
A Coordenadoria de Observatório de Políticas Sociais - COPS é responsável pela função de vigilância socioassistencial da política de assistência social da Cidade de São Paulo. Sendo assim, produz, sistematiza, analisa e difunde informações territorializadas que orientam a gestão da política de assistência social no âmbito municipal.

Cabe à COPS, portanto, prover as equipes responsáveis pela proteção social com informações territorializadas sobre as pessoas, grupos ou famílias que estão em risco e vulnerabilidade para que suas ações cheguem com cuidado e tempestividade. Território é também um conceito importante para a política de assistência social. Por esse motivo e pelas dimensões que a cidade de São Paulo apresenta, as informações são produzidas e analisadas territorialmente.

Essas informações servem como referência e como parâmetros para o entendimento da realidade territorial e geram insumos para a construção coletiva do planejamento e das ações dos profissionais da assistência social na cidade. Além disso, a COPS tem como compromisso a divulgação das informações e conhecimento produzidos em âmbito local dentro do Sistema Único de Assistência Social - SUAS, e, também, a obrigação legal de dar publicidade a esses dados em consonância com a Lei de Acesso à Informação.

O QUE É VIGILÂNCIA SOCIOASSISTENCIAL?
O Sistema Único da Assistência Social, após a revisão feita pela NOB/2012, oferece três funções aos seus usuários: a proteção social que é ofertada através de programas, serviços, projetos e benefícios; a transferência de renda, que também acontece com a aplicação de programas e benefícios específicos e a vigilância socioassistencial, uma área intrinsecamente vinculada à gestão do Sistema Único de Assistência Social – SUAS.

A vigilância é responsável por produzir, sistematizar e analisar, sempre com base nos territórios, questões relativas à política de assistência social segundo dois eixos principais:
- Informações sobre as situações de risco e vulnerabilidade que incidem sobre famílias e indivíduos.
- Informações relativas ao tipo, volume e padrões de qualidade dos serviços ofertados pela rede socioassistencial.

Esses dois eixos e outros estudos realizados buscam fornecer informações sobre como estão as relações entre as necessidades apresentadas pela população e os serviços ofertados nos diversos territórios para que a gestão possa tomar decisões e planejar ações no âmbito desta política.

COMO ESTÁ ESTRUTURADO?
Atualmente a COPS é composta por uma equipe multidisciplinar com profissionais das áreas de Sociologia, Gestão de Políticas Públicas, Tecnologia da Informação, Geografia, entre outras formações. A equipe está distribuída em diferentes setores: