Coordenadoria do Observatório de Políticas Sociais – COPS

O QUE O É?

A Coordenadoria do Observatório de Políticas Sociais (COPS) é a coordenadoria responsável pelo eixo da Vigilância Socioassistencial. Criada em 2003, é responsável pela produção de informação que subsidie a gestão da política de assistência social no âmbito municipal. Sua função é auxiliar na tomada de decisões das Coordenações de Proteção Social Especial, Proteção Social Básica e do Gabinete, além de munir de informações a assessoria de comunicação e garantir uma gestão transparente, com a publicação de informações conforme preconizado pela lei de acesso à informação e pela Norma Operacional Básica (NOB/SUAS, 2012).

O QUE É VIGILÂNCIA SOCIOASSISTENCIAL?

A Vigilância Socioassistencial, definida pela Política Nacional de Assistência Social, é um dos eixos estruturantes junto com a Proteção Social Básica, Proteção Social Especial e Gestão de Programas de Benefícios.
Assim, consiste no desenvolvimento da capacidade e meios de gestão por meio da “[...] produção, sistematização, análise e disseminação de informações territorializadas, e trata: I- das situações de vulnerabilidade e risco que incidem sobre família e indivíduos e dos eventos de violação de direitos em determinados territórios; II – do tipo, volume e padrões de qualidade dos serviços ofertados pela rede socioassistencial” (NOB/SUAS, 2012).

COMO ESTÁ ESTRUTURADO?

Atualmente a COPS é composta por uma equipe multidisciplinar com profissionais das áreas de Sociologia, Gestão de Políticas Públicas, Tecnologia da Informação, Engenharia Cartográfica, Arquitetura, entre outras formações. A equipe está distribuída em diferentes setores:
 

 

Responsável pela condução dos trabalhos, alinhamento das atividades com as outras coordenadorias da pasta, articulação com outras instituições e políticas públicas, definição de prioridades, integração e gestão das atividades dos diferentes setores.

Localizados nas SAS, compõem a equipe de Gestão do SUAS. São responsáveis pela coleta, correção, suporte e sistematização das informações da rede socioassistencial conveniada e direta, bem como a referência de difusão das informações produzidas por COPS nos territórios das Subprefeituras. Além disso, realizam estudos e justificativas para implantação, reordenamento e gestão de serviços. Também auxiliam na tomada de decisão das Supervisoras Regionais e na sistematização de informações do território para fins de articulação e fomento às ações dos Governos Locais.