Georreferenciamento

Histórico Informações Socioassistencialenciamento de SPGEO é o eixo da Vigilância Socioassistencial responsável na produção e gestão das informações expressas por mapas, tabelas e dados possibilitando o desenvolvimento de ações a partir da análise do território com maiores incidências de riscos e de vulnerabilidade social.

O objetivo é de apoiar a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) nos processos de diagnóstico, planejamento e consolidação das ações na implantação da política socioassistencial no município de São Paulo por meio da identificação de riscos e vulnerabilidades que incidem sobre as famílias e indivíduos no território (NOB SUAS, 2012).

Para as respectivas ações são utilizados as informações do Cadastro Único de Programas Sociais (CADÚnico), do Benefício de Prestação Continuada (BPC), e de sistemas da vigilância socioassistencial. Os respectivos dados são georreferenciados por Macrorregião, Subprefeituras e Distritos e também as áreas de abrangência do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS (CRAS) e do Serviço de Assistência Social à Família e Proteção Social Básica no Domicílio (SASF).

Conforme o Decreto Nº 58.103, de 26 de fevereiro de 2018, Art. 28, o Georreferenciamento possui as seguintes atribuições:

III - constituir, armazenar, padronizar, difundir e desenvolver métodos de análises de dados territorializados com adoção de geoprocessamento e estatísticas descritivas ou fatoriais;

IV - analisar os resultados e identificar as tendências apontadas pelos indicadores de monitoramento e avaliação da rede socioassistencial.


Histórico Informações Socioassistencial


Histórico Informações Rede Socioassistencial


Cadastro Único (CadÚnico)


Programa Bolsa Família (PBF)


Benefício de Prestação Continuada (BPC)


Programas de Transferência de Renda (PTR)


Trabalho Infantil
 

Rede SMADS/Parceira/Proteção Básica/Proteção Especial