Sorologia para Raiva

 

 

 Soroneutralização em cultivo celular
 (Fonte: LabZoo-VIS)

 

 

 

O que é? 

Esta técnica permite avaliar o nível de anticorpos de indivíduos vacinados contra a raiva. Segundo recomendação da Organização Mundial da Saúde, indivíduos expostos a situações de risco devem receber tratamento profilático pré-exposição contra raiva e coletar sangue para titulação de anticorpos circulantes e, se necessário, receber reforço vacinal. 

A avaliação sorológica é obrigatória para todas as pessoas submetidas ao tratamento profilático pré-exposição. Deve ser realizada a partir do 10º dia da administração da última dose da vacina. Somente títulos iguais ou acima de 0,5 UI/mL de anticorpos neutralizantes são satisfatórios.

A avaliação sorológica deve ser repetida semestralmente ou anualmente, de acordo com a intensidade e/ou gravidade de risco ao qual está exposto o profissional. Pessoas com exposição continuada, como pesquisadores, profissionais de laboratório que manipulam o vírus e veterinários que atuam em áreas de epizootia, devem ser avaliadas semestralmente. Profissionais com menor risco de exposição, como os que só trabalham nas campanhas anuais de vacinação contra a raiva, devem ser avaliados anualmente.
Ninguém deve ser exposto conscientemente a riscos, sem a confirmação sorológica de títulos iguais ou superiores a 0,5 UI/mL.

OBS: Todo indivíduo que executa ou auxilia em necropsias de animais, com suspeita de raiva, deve submeter-se ao esquema vacinal pré-exposição e ter seu soro dosado duas vezes ao ano para anticorpos antivírus da raiva, como forma de verificar a manutenção do título satisfatório.

Esta técnica pode ser utilizada também para analisar a presença de anticorpos em soros de animais. 

Diagnóstico Laboratorial

  • Soro neutralização em cultura de células
    • Técnicas: RFFIT / SFINT / FAVN
    • Resultado: 15 a 20 dias úteis. 

 Interpretação

Títulos iguais ou superiores a 0,5 U.I./ml dosados pelas técnicas de soroneutralização, são considerados protetores em situações de risco (Organização Mundial da Saúde). 

Envio Correto de Material

Material

  • Soro humano: 0,5 ml
  • Sangue humano: 3 ml