LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA

O que é?

Doença generalizada também conhecida como Calazar, de evolução crônica, causada pelo protozoário Leishmania (Leishmania) infantum chagasi. É uma zoonose na qual os cães são comumente implicados como os principais reservatórios domésticos do parasita, sendo de grande importância na manutenção da transmissão da doença.

 

Transmissão

Através da picada da fêmea do inseto Lutzomyia longipalpis e Lutzomyia cruzi em alguns municípios do Estado do Mato Grosso do Sul.

 

Tratamento

Segundo o Mistério da Saúde, não é indicado tratamento para o cão como medida de saúde pública.

 

Diagnóstico Laboratorial

O Laboratório de Zoonoses e Doenças Transmitidas por Vetores segue o programa preconizado pelo Ministério da Saúde utilizando kits produzidos e fornecidos por Bio-Manguinhos.

  • Teste rápido (DPP): ensaio imunocromatográfico utilizado como método de triagem
  • Ensaio imunoenzimático (ELISA): método confirmatório

Resultado: 24 a 48 horas.

 

Interpretação

Um resultado não reagente no teste rápido sugere ausência de anticorpos para Leishmania. Um resultado reagente no DPP deve ser confirmado pelo método de ELISA, conforme recomendações do Ministério da Saúde.

 

 Envio Correto de Material

  • Material
    • Soro (1ml)
    • Sangue (5ml)
  • Conservação/Transporte
    • Soro: refrigerado ou congelado
    • Sangue: refrigerado

 

Observação:

  • O exame só será realizado em casos de suspeita clínica e/ou epidemiológica. A amostra deve ser enviada acompanhada de Requisição padrão preenchida.
  • O exame é gratuito. Nenhum valor relacionado à realização do exame poderá ser repassado aos proprietários dos animais.

 Diagnóstico parasitológico


        •   Exame Microscópico Direto: detecta a presença de formas amastigotas do parasita em fragmentos de fígado e baço, punção de linfonodo e medula óssea de amostras caninas. Resultado: 24 a 48 horas.

  • Isolamento do Parasita: A partir de fragmentos de fígado e baço, punção de linfonodo e medula óssea de cães, em meio de cultura acelular com posterior identificação e caracterização. Resultado: 30 dias.

    Diagnóstico molecular

  • Detecta a presença de DNA de Leishmania spp em fragmentos de fígado, baço, aspirados de linfonodo e medula óssea de amostras caninas. Resultado: 07 dias.