ISTs/Aids

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos.

São transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão de uma IST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação.

O tratamento das pessoas com IST melhora a qualidade de vida e interrompe a cadeia de transmissão dessas infecções. O atendimento e o tratamento são gratuitos nos serviços de saúde do SUS.

A terminologia Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) passa a ser adotada em substituição à expressão Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), porque destaca a possibilidade de uma pessoa ter e transmitir uma infecção, mesmo sem sinais e sintomas.


HIV/Aids

HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da aids, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. E é alterando o DNA dessa célula que o HIV faz cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.

Ter o HIV não é a mesma coisa que ter aids. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas podem transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomam as devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações.

ASSIM PEGA ASSIM NÃO PEGA
Sexo vaginal sem camisinha;
Sexo anal sem camisinha;
Sexo oral sem camisinha;
Uso de seringa por mais de uma pessoa;
Transfusão de sangue contaminado;
Da mãe infectada para seu filho durante a gravidez,
no parto e na amamentação;
Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.
Sexo desde que se use corretamente a camisinha;
Masturbação a dois;
Beijo no rosto ou na boca;
Suor e lágrima;
Picada de inseto;
Aperto de mão ou abraço;
Sabonete/toalha/lençóis;
Talheres/copos;
Assento de ônibus;
Piscina;
Banheiro;
Doação de sangue;
Pelo ar.

Fonte: Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (Ministério da Saúde).

arte que simula uma conversa no aplicativo WhatsApp. O título "Conectado com a prevenção" tem fonte branca no fundo verde. Abaixo há o texto: Como é transmitido o HIV - Assim Pega. Dentro das caixas de texto da conversa há as informações de como se paga o HIV: sexo sem camisinha (vaginal  e anal), compartilhando a mesma agulha ou objetos cortantes e a mãe infectada pode passar o HIV para o filho durante a gravidez, o parto e a amamentação.Arte que simula uma conversa no aplicativo WhatsApp. O título Assim não Pega" tem fonte verde sob uma faixa cinza. Abaixo há informações de como não se pega o HIV: sexo com camisinha, beijo, suor e lágrima, doação de sangue, aperto de mão ou abraço, pelo ar, por piscina ou vaso sanitário e compartilhar talheres e copos. Abaixo há uma caixa de texto com a informação "Faça o teste de HIV gratuitamente. Acesse: prefeitura.sp.gov.br/saude. 

 

 

 Botão cinza chumbo, com fina tarja preta na parte superior,escrito Home. Há um ícone de uma casa à esquerda. Botão cinza chumbo, com fina tarja preta na parte superior,escrito Home. Há um ícone de uma casa à esquerda.