Share

Mãe Paulistana

Programas da Secretaria Municipal da Saúde

Atualizado: Outubro/ 2013

A Rede de Proteção à Mãe Paulistana é um programa municipal de saúde, implantado em 2006, voltado para a mãe e para a criança. Tem como objetivo assistir a gestante durante o ciclo de gravidez, desde as consultas de pré-natal (no mínimo sete), o parto, o puerpério até o primeiro ano de vida do bebê.

Em sete anos de Programa, 857.568 mães já se inscreveram. Desde março de 2006 foram realizados 803.364 partos – um investimento de R$ 64,6 milhões com enxoval e R$ 19,3 milhões com transporte.

A Mãe Paulistana está presente em 442 Unidades Básicas de Saúde (UBS), 23 Ambulatórios Especialidades, em 37 hospitais, sendo 11 Municipais, 9 Estaduais, 4 Conveniados ao SUS, 5 PSs Estaduais, 2 PSs Municipais, 5 Universitários + 1 Casa de Parto.

Em relação ao pré-natal, desde março de 2006 foram realizadas 4.817.364 consultas, 6.584.589 exames e 854.939 ultrassonografias obstétricas

O índice de aprovação entre as participantes do programa chega a 98%, segundo pesquisa do Ibope (outubro/2011).

Como funciona:

A mulher que suspeitar de gravidez tem de procurar a unidade de saúde mais próxima à sua residência, realizar alguns exames e, se confirmada a gestação, imediatamente é cadastrada no Programa.

Para cadastrar-se, é necessário ter o cartão SUS. Caso a gestante não o tenha, é preciso apresentar RG e comprovante de residência para que o cartão seja emitido.

Grávidas cadastradas no programa recebem:

Como funciona para receber o vale-transporte:

A futura mamãe recebe o vale-transporte, se houver necessidade para chegar à unidade de saúde para consultas e exames. Todas as gestantes recebem um cartão da SPTrans, cujos créditos são liberados conforme a necessidade de utilização, após avaliação na consulta médica.

Que exame é feito para confirmar a gravidez?

Teste imunológico de gravidez na urina ou dosagem de β HCG na urina ou no sangue

Confirmada a gestação, devem ser feitos os seguintes exames:

2º Trimestre

Repetir 28ª semana de gestação

Que vacinas devem ser aplicadas?

Aplicação da antitetânica, em três dosagens imunizantes ou reforço naquelas anteriormente imunizadas.

Para os casos avaliados como gestação de alto risco, são necessários exames mais complexos.

Para todos os recém-nascidos nos hospitais/ maternidades públicas municipais:

Antes da alta hospitalar, o neonatologista/pediatra realiza o exame ocular, incluindo o reflexo vermelho. Exames para detecção e tratamento precoces de glaucoma ou catarata congênitos. Caso dê alguma alteração, a criança será imediatamente avaliada pelo oftalmologista.

 


Veja também