Apresentação

Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes - CRAI ORIANA JARA

Inaugurado em novembro de 2014, o Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes (CRAI), é um equipamento público municipal de referência na atenção especializada à população imigrante da cidade de São Paulo, independentemente de sua situação migratória e documental. Seu objetivo geral é promover o acesso a direitos e a inclusão social, cultural e econômica das pessoas migrantes no município.

O CRAI é um serviço público previsto na Política Municipal para População Imigrante (instituída pela Lei 16.478/2016 e Decreto 57.533/2016).

A gestão do serviço é feita pelo Serviço Franciscano de Solidariedade (SEFRAS), nos termos do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC). O SEFRAS é responsável pelo imóvel e pela contratação da equipe.

No dia 18 de dezembro de 2021, o equipamento passou a receber o nome CRAI Oriana Jara em homenagem à ativista chilena e defensora dos direitos da população imigrante, em especial o protagonismo das mulheres imigrantes na cidade.

Público

Os serviços do Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes (CRAI) são oferecidos a toda população imigrante da cidade de São Paulo, em trânsito ou residente, independentemente de sua nacionalidade, situação migratória ou do amparo legal para a sua permanência em território nacional, com atenção especial aos(às) imigrantes em situações de maior vulnerabilidade.

Objetivos específicos

• Ofertar atendimento especializado e multilíngüe ao público imigrante com orientações para regularização migratória e acesso a direitos sociais, orientação jurídica e do serviço social e encaminhamento de denúncias de violações de direitos humanos;

• Articular, com a rede de políticas públicas e com organizações e movimentos da sociedade civil, atendimentos itinerantes em regiões com presença da população imigrante no município, além de estruturar fluxos de atendimento e garantir atenção completa e qualificada a suas demandas;

• Promover oficinas, seminários ou palestras de capacitação e sensibilização em serviços da rede de políticas públicas da administração municipal; a servidores públicos, em parceria com a CPMIgTD; e outros grupos na temática da mobilidade humana, direitos dos imigrantes e acesso à educação, saúde, assistência social e outros;

• Produzir e compilar informações sobre a população imigrante atendida, de forma a subsidiar a formulação de políticas em âmbito municipal, estadual e federal;

• Trabalhar conjuntamente com a CPMigTD e com outros órgãos públicos para responder prontamente a demandas emergenciais ocasionadas pela eventual chegada de grandes contingentes de imigrantes e refugiados em situação de vulnerabilidade;

• Organizar a demanda de cursos de português, oficinas e palestras para imigrantes.

Folder institucional Português
Folder Espanhol
Folder Inglês
Folder Árabe
Folder Creole
Folder PDF Francês