Aterros sanitários e transbordos

Os aterros sanitários são grandes áreas preparadas tecnicamente para receber os resíduos coletados na cidade de São Paulo. Essas áreas contam com garantias de proteção ao meio ambiente, evitando a contaminação do lençol freático, solo e rios. Todo resíduo colocado é coberto com camadas de solo, portanto, não fica  exposto a céu aberto. Após o esgotamento dos aterros a área é totalmente coberta, e, depois que o nível de contaminação for praticamente zerado, esta poderá ser utilizada como área de lazer.

Atualmente o município utiliza três aterros para dispor os resíduos domiciliares e de varrição coletados, dois privados e um aterro funcionando sob objeto de concessão, sendo eles respectivamente: Aterro Sanitário Caieiras, Centro de Disposição de Resíduos (CDR) Pedreira e o Central de Tratamento de Resíduos Leste (CTL).

Há também os aterros com as atividades encerradas e que se encontram em fase de monitoramento, como por exemplo, o Aterro São João, localizado na avenida Sapopemba, 23.325, que recebeu os resíduos coletados pela Ecourbis até outubro de 2009; e o Aterro Bandeirantes, localizado na Rodovia dos Bandeirantes km 26, em Perus, o qual recebeu resíduos coletados pela Loga até março de 2007. Dentre esses estão os aterros: Vila Albertina, São Mateus e Santo Amaro.

Os entulhos coletados pela prefeitura e os deixados em Ecopontos vão para um dos três aterros de inertes.

Lixões
Vale ressaltar que não existem lixões na cidade de São Paulo. Caso o munícipe tenha conhecimento de alguma área que exerça essa atividade, denuncie ao orgão ambiental competente.

Transbordos
São pontos de destinação intermediários dos resíduos coletados na cidade, criados em função da considerável distância entre a área de coleta e o aterro sanitário. As Estações de Transbordo, portanto, são locais onde o resíduo domiciliar é descarregado dos caminhões compactadores e, depois, colocados em uma carreta que leva os resíduos até o aterro sanitário, seu destino final. Atualmente, a cidade de São Paulo conta com três Estações de Transbordo, que juntas movimentam em torno de 11 mil toneladas/dia.

• Transbordo Ponte Pequena
O equipamento municipal de transferência de carga Transbordo Ponte Pequena, localizado na Avenida do Estado, 300 - Bom Retiro, teve o início de suas atividades em 1971 movimentando 1000 ton./ dia de resíduos sólidos domiciliares. Atualmente o local é administrado pela Concessionária Loga - Logística Ambiental de São Paulo, sendo uma unidade ambientalmente mais moderna contando com exigências dos órgãos ambiental tais como: fosso de recepção, pressão negativa e lavagem de gases. Atualmente, a unidade possui capacidade de receber até 6 mil toneladas/dia. Os resíduos domiciliares que são recebidos no espaço terão como destino final o Aterro Sanitário CTR - Caieiras.
O equipamento atende a região Noroeste, compreendendo os bairros: Butantã, Casa VerdeFreguesia do Ó, FormosaBrasilândia, JaçanãTucuruví, Lapa, Vila Maria/Vila Guilherme, Mooca, Penha, PiritubaJaraguá e Perus.

 

Foto: Divulgação

• Transbordo Vergueiro
A Estação Municipal de Transbordo de Resíduos Domiciliares - Transbordo Vergueiro, localizada na rua Breno Ferraz do Amaral, 415 A, é atualmente administrada pela Concessionária Ecourbis e possui capacidade de receber de 2500 a 3000 toneladas/dia. No local, a empresa recebe e depois transporta os resíduos domiciliares para a adequada disposição final no Aterro Sanitário Central de Tratamento Leste (CTL). O equipamento atende as seguintes regiões: Vila Mariana, Ipiranga, Vila Prudente, Aricanduva /Vila Formosa e Jabaquara.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

• Transbordo Santo Amaro
A Estação Municipal de Transbordo de Resíduos Domiciliares - Transbordo Santo Amaro situado na Avenida Miguel Yunes, 746, Santo Amaro, é atualmente administrada pela Concessionária Ecourbis. O equipamento municipal teve o início de suas atividades em 1.995 movimentando na época, cerca de 2000 ton/dia. Atualmente, o espaço tem capacidade de receber de 2500 a 3000 toneladas/dia. Após o recebimento, a unidade transporta os resíduos domiciliares para a adequada disposição no Aterro Central de Tratamento Leste (CTL).
A operação atende as seguintes regiões: Cidade Ademar, Campo Limpo, Capela do Socorro, Jabaquara, Vila Mariana, Santo Amaro, M´Boi Mirim e Parelheiros.

Foto: Divulgação

Animais mortos
Os Transbordos Ponte Pequena e Santo Amaro também realizam a destinação correta dos animais de estimação mortos dos munícipes, gratuitamente. O espaço conta com um local para recepção dos animais que são acolhidos em um conteiner refrigerado e em seguida são encaminhados para os fornos de incineração da empresa DELC.
Para a destinação do animal nas unidades é ideal que o munícipe encaminhe o animal envolto de um pano branco, se possível, para facilitar o manuseio do mesmo. Para mais informações entre em contato com o Transbordo Ponte Pequena pelos telefones 3331-2811/3334-1322 falar com Gilberto Costa ou no Transbordo Santo Amaro pelo telefone 5613-1530 com Coutinho.
Vale ressaltar que esse tipo de atendimento é direcionado apenas para animais mortos do munícipe. Os estabelecimentos de saúde devem seguir as normas do serviço de coleta da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb). Leia mais em Resíduos de Serviços de Saúde (RSS)