Dicas de Leitura - Livro Infantil

Dia Internacional do Livro Infantil. Confira sugestões de obra e uma programação especial

A data foi escolhida em homenagem a Hans Christian Andersen, escritor dinamarquês que escreveu mais de 156 contos para crianças e dá nome a uma das Bibliotecas Públicas de São Paulo, que possui um acervo temático sobre contos de fadas.

O dia é comemorado em mais de 60 países com o objetivo de despertar nas crianças o interesse pela literatura. Segundo o escritor e pesquisador italiano Umberto Eco, "qualquer passeio pelos mundos ficcionais tem a mesma função de um brinquedo infantil. As crianças brincam com a boneca, cavalinho de madeira ou pipa a fim de se familiarizar com as leis físicas do universo e com os atos que realizarão um dia". Nesse sentido, a literatura também exerce função essencial para os fatos que acontecerão em suas vidas reais.

Aproveite a comemoração e conheça, releia e traga as crianças para que elas se familiarizem com livros que você encontra nas Bibliotecas, tais como:

Dicas de Leitura


Chapeuzinho Vermelho

Autores: Irmãos Grimm
Chapeuzinho Vermelho foi visitar sua avó que morava longe e estava doente, levando-lhe doces feitos por sua mãe. O caminho era longo e passava por uma floresta, onde morava o Lobo-Mau. Ao chegar à casa da avó, Chapeuzinho Vermelho foi tomada de surpresa, pois achou-a um tanto diferente. O Lobo-Mau tinha comido a velhinha e estava vestido com suas roupas esperando para também comer a menininha.

O Patinho Feio
Autor: Hans Christian Andersen
Dona Pata esperou ansiosamente o nascimento de seus filhotes, porém ficou surpresa ao notar que de dentro do último ovo saiu um patinho de penugem cinza, diferente dos outros, todos amarelinhos. Por muito tempo, o Patinho feio foi vítima de gozações e humilhações até que resolveu fugir. Um dia, vendo lindos cisnes nadando no lago, ele imaginou como seria maravilhoso ser como aquelas aves elegantes e belas. Nessa hora, o Patinho olhou para seu reflexo nas águas e levou um grande susto: ele não era um filhote de pato desengonçado, mas sim um cisne! Foi aí que percebeu que finalmente havia achado sua turma.

O Aprendiz de Feiticeiro

Autor: Johann Wolfgang Von Goethe U
m incauto aluno das artes mágicas aproveita a ausência do mestre e resolve aplicar um feitiço às escondidas. Ele faz com que uma vassoura crie pernas e braços, pegue um balde e vá buscar água no rio, porém ele não sabe as palavras mágicas para fazer com que a vassoura pare. Tentando evitar que a vassoura traga mais e mais água, o rapaz tem a infeliz ideia de destruir a vassoura com um machado, partindo-a ao meio. No entanto, agora as duas metades vão até o rio, duplicando a quantidade de água trazida. No último momento, o mestre reaparece e resolve a situação, o que serve como lição moral para o aprendiz. A história virou roteiro para o filme Fantasia, da Disney, em 1940, em que Mickey se torna um aprendiz de mágico.

A Bolsa Amarela

Autora: Lygia Bojunga
Raquel é uma menina que presta muita atenção a tudo que se passa a seu redor. Filha caçula da família, ela é a única criança. Por se sentir muito solitária e incompreendida, ela começa a escrever para seus amigos. Amigos imaginários. Um dia, ganhou uma bolsa amarela, que veio no pacote da tia Brunilda. A partir daí, a bolsa passou a ser o esconderijo ideal para suas invenções e vontades. Tudo cabia lá dentro. A bolsa amarela acaba sendo a casa de dois galos, um guarda-chuva-mulher, um alfinete de segurança e muitos pensamentos e histórias inventadas pela narradora.

O Menino Maluquinho

Autor: Ziraldo
Nesta obra infantil de Ziraldo, versos e desenhos contam a história de um menino traquinas que aprontava muita confusão. Alegria da casa, liderava a garotada, era sabido e um amigão. Fazia versinhos, canções, inventava brincadeiras. Tirava dez em todas as matérias, mas era zero em comportamento. Era chamado Menino Maluquinho, mas na verdade ele era um menino feliz.
 
Reinações de Narizinho – no reino das Águas Claras

Autor: Monteiro Lobato
Uma grande aventura dos moradores do Sítio do Pica Pau Amarelo. Desta vez, Narizinho sai para passear com sua boneca Emília no ribeirão e elas conhecem um besouro de casacão e o Príncipe Escamado, rei do Reino das Águas Claras. Em suas andanças, Narizinho conhece Dona Carochinha, o Pequeno Polegar, a Dona Aranha e o Doutor Caramujo. Além do mais, Emília toma uma pílula mágica e começa a falar, mesmo que toda atrapalhada. A confusão se torna ainda maior quando os habitantes do Reino das Águas Claras vêm visitar suas novas amigas no Sítio.

Todas as Bibliotecas possuem títulos infantis e adultos, mas a Biblioteca Hans Christian Andersen e a Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato são as que têm seu acervo mais voltado ao público infantil.

Além de livros, todas as Bibliotecas também oferecem contações de histórias em comemoração ao Dia do Livro Infantil:

Biblioteca Hans Christian Andersen

Dia 2

11h – Show O Rei do Era Uma Vez, com Giba Pedrosa, Zana de Oliveira e Ricardo Wurker, seguido por Realejo na Praça.
12h – Inauguração da Exposição Era uma vez Andersen, por Katia Canton Trata-se de uma exposição lúdica que apresenta o escritor Hans Christian Andersen para crianças e adultos dentro de um clima mágico e onírico. Algumas histórias serão expostas, como A Rainha da Neve, PolegarzinhaA Princesa e a Ervilha.
16h – Teatro O velho do sono, com Cia. Lúdicos O espetáculo teatral aborda os contos Histórias que o Vento Conta, O Velho do Sono, O Pião e a Bola, O Patinho Feio, A Pequena Sereia, O Anjo, Os Saltadores, a Vendedora de Fósforos e o Soldadinho de Chumbo, todos da obra de Hans Christian Andersen, voltados para público infantil. Livre.
Dia 4
10h e 14h – Teatro Pedro Palerma, com Meninas do Conto Uma grande brincadeira vai começar! Aqui tem espaço para tudo, basta querer imaginar duendes, fadas, princesas, gente da água, macaco correndo pra cá e pra lá... Também não vão faltar risadas, surpresas e até mesmo um friozinho na barriga. O Sapateiro e os Duendes (Irmãos Grimm), Mãe D´água e O Macaco perdeu a banana (Luis da Câmara Cascudo), As Fadas (Charles Perrault) e Pedro Palerma (Hans Christian Andersen) são os contos que fazem parte da peça. Livre.
Dia 5
10h e 14h – Show O Soldadinho de Chumbo e Outros Brinquedos, com Giba Pedrosa, Zana de Oliveira e Ricardo Wurker O espetáculo foi criado envolvendo a narração de histórias de Andersen, com músicas compostas especialmente para esse trabalho por Ricardo Würker.
Dia 6
10h e 14h – Oficina de Kirigami (recortes em papel) Inscrições diretamente na biblioteca. 20 vagas por oficina.
Dia 7
10h e 14h – Oficina de Teatro de Sombras, por Edilson Castanheira e Irani Cippiciani. 20 vagas por oficina – inscrições na biblioteca. Dia 8 10h – Narração de histórias
14h - Roda de Histórias, com os Contadores de Histórias da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas
Dia 9
10h – Realejo na Praça
11h – Festivandersen Pequeno festival de narração de histórias de Andersen, com Regina Machado, Kelly Orasi, Zé Bocca e Paulo Federal, seguido por Realejo na Praça.

Biblioteca Thales Castanho

Abril do Livro Infantil

Coordenação: Edna Bolanho Simões Oficina de leitura comemorando o Dia Internacional e o Dia Nacional do Livro Infantil.
Livre.
50 minutos.
De 5 a 26 de abril, 3ª feiras, das 10h às 14h

Biblioteca Paulo Duarte

Dia do livro Infantil no Jabaquara

Em comemoração ao Dia Nacional do Livro Infantil e à Semana da Literatura Infantojuvenil, a Biblioteca Paulo Duarte convida para narração de histórias!
O lobo mau, não tão mau em muitas histórias
, com Cecília Graner - Dia 13 de abril às 14h
Monteiro Lobato: histórias e aventuras do Sítio do Pica-pau Amarelo -
Dias 14 e 15 de abril às 10h
Autora: Lygia Bojunga Raquel é uma menina que presta muita atenção a tudo que se passa a seu redor. Filha caçula da família, ela é a única criança. Por se sentir muito solitária e incompreendida, ela começa a escrever para seus amigos. Amigos imaginários. Um dia, ganhou uma bolsa amarela, que veio no pacote da tia Brunilda. A partir daí, a bolsa passou a ser o esconderijo ideal para suas invenções e vontades. Tudo cabia lá dentro. A bolsa amarela acaba sendo a casa de dois galos, um guarda-chuva-mulher, um alfinete de segurança e muitos pensamentos e histórias inventadas pela narradora. e