Dicas de Leitura - escritoras africanas

As Dicas de Leitura de abril de 2018 apresentam escritoras da Nigéria, Zimbábue, Camarões, Moçambique, África do Sul e Egito.

Buscando por literatura africana no catálogo online, selecionamos autoras que não necessariamente possuem uma grande quantidade de obras, mas que são reconhecidas mundialmente por seus trabalhos. Aproveites as dicas e boa leitura!

Chimamanda Ngozi AdichieChimamanda Ngozi Adichie - escritora nascida na Nigéria em 1977, deixou o país aos dezenove anos e se mudou para os Estados Unido onde estudou na Universidade Drexel, na Filadélfia, e posteriormente na Universidade de Connecticut. Fez estudos de escrita criativa na Universidade Johns Hopkins de Baltimore, e mestrado de estudos africanos na Universidade Yale. Seu primeiro romance, Hibisco roxo, foi publicado em 2003. O segundo romance, Meio sol amarelo, ganhou o Orange Prize para ficção em 2007.
Obras disponíveis nas bibliotecas:

Americanah, Hibisco roxo, Meio sol amarelo, Para educar crianças feministas,
Sejamos todos feministas.

  

J. Nozipo MaraireJ. Nozipo Maraire - médica, empresária e escritora nascida em 1964 no Zimbábue, é neurocirurgiã em tempo integral e iniciou programas de neurocirurgia em várias instituições em Delaware, Ohio e Oregon. É a autora de “Zenzele: uma carta para minha filha”, romance publicado em 1996 considerado como "Livro Notável do Ano" pelo New York Times e é um bestseller do Boston Globe. O livro se trata de uma carta de uma mãe zimbabuense à sua filha, Zenzele, uma estudante de Harvard. Na carta, conta a história de sua vida, refletindo as revoltas de seu país e de seu continente nos últimos 30 anos, transmitindo a herança e sabedoria de seu povo.
Obra disponível nas bibliotecas:

Zenzele

 

Léonora MianoLéonora Miano - nascida em Camarões em 1973, escreveu suas primeiras poesias aos oito anos de idade. Em 1991, mudou-se para a França, onde reside desde então. Sua obra traz como temas a consciência negra e a diáspora africana. Em 2013, tornou-se a primeira autora de origem africana a vencer o Prêmio Femina.
Obra disponível na biblioteca:

Contornos do dia que vem vindo

 

 

 

Lina MagaiaLina Magaia - escritora, jornalista e política moçambicana nascida em 1945, fez parte do Núcleo dos Estudantes Secundários Africanos. Ganhou uma bolsa para estudar economia em Portugal, em 1974, mas ao saber da morte do seu irmão, retornou para a África, juntando-se à Frente de Libertação de Moçambique, onde ajudou a organizar o Destacamento Feminino na luta pela independência. Após a independência de Moçambique, elegeu-se deputada e lutou pelo desenvolvimento da agricultura e pelos direitos humanos. Ao mesmo tempo, escreveu livros que retratam sua experiência na Guerra Civil Moçambicana. Foi colunista do jornal Notícias e da revista Tempo. Morreu aos sessenta e seis anos, depois de sofrer um acidente vascular cerebral.
Obra disponível na biblioteca:

Dumba Nengue: histórias trágicas do banditismo

 

Nadine GordimerNadine Gordimer - escritora sul-africana, autora de mais de trinta livros, na sua maioria crônicas sobre a deterioração social que afetou a África do Sul durante o regime do apartheid. Dedicou-se a dramatizar as difíceis escolhas morais surgidas numa sociedade marcada pela segregação racial. Recebeu o Nobel de Literatura de 1991 e, mais recentemente, a Legião da Honra, na França.

O amante da natureza, A arma da casaBeethoven era 1/16 negro e outros contosContando históriasDe volta à vida, O engate, O falecido mundo burguês, A filha de Burger, A gente de July, A história do meu filho, O melhor tempo é o presente, Numa segunda-feira de certeza, O pessoal de July, Tempos de reflexãoUm capricho da naturezaUm mundo de estranhos, Uma mulher sem igual.

 

Nawal El Saadawi

Nawal El Saadawi - nascida em 1931 no Egito, é escritora, ativista, médica e psiquiatra feminista. Escreveu muitos livros sobre as mulheres no Islã, prestando especial atenção à prática da mutilação genital feminina em sua sociedade. Foi descrita como "a Simone de Beauvoir do mundo árabe".

A face oculta de Eva
 

 

 


Consulte o catálogo online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros. Veja a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo.
Veja outras Dicas de Leitura de 2018.