Share

Hepatites Virais B e C

               

 

 

Um dos principais desafios é o diagnóstico precoce das Hepatites, pois a pessoa pode não apresentar sintomas inicialmente.. São doenças silenciosas e podem evoluir por 10, 20, 30 anos ou mais sem que o paciente apresente sintomas e sem saber que estão doentes.

 

Transmissão

 

Prevenção e Proteção

 

Gestantes e recém-nascidos

 

Maior vulnerabilidade

Pessoas que receberam transfusão de sangue ou derivados antes de 1993, que usam ou usaram drogas, com 45 anos ou mais de idade, que teve ou tem relações sexuais desprotegidas e pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Façam o teste para Hepatite B e C!

 

Vacinação

Atenção especial para vacinação de: gestantes, trabalhadores da saúde, bombeiros, policiais, manicures, populações indígenas, doadores regulares de sangue, gays, lésbicas, travestis e transexuais, profissionais do sexo, usuários de drogas, pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

 

Como identificar a doença

Para saber se a pessoa tem Hepatite B ou C devem ser feitos exames de sangue específicos. Para realizar os exames para Hepatite B e C procure uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).

 

 


Veja também:

Orientações para Manicures, Pedicures e Podólogos

 


Programa Municipal de Hepatites Virais -Centro de Controle de Doenças

Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA)
Secretaria Municipal de Saúde

Atualizado em fevereiro de 2017