Programa Permanente de Controle Reprodutivo de Cães e Gatos

Castração gratuita no município de São Paulo

Criado com o objetivo de promover o controle da população de cães e gatos, o Programa Permanente de Controle Reprodutivo de Cães e Gatos do município de São Paulo (Lei Municipal nº 13.131/2001) prevê o controle de natalidade desse grupo de animais por meio da realização de esterilização cirúrgica. O serviço de castração é destinado, gratuitamente, à população proprietária de cães e gatos, residentes no município, sendo desenvolvido por meio de contratos com entidades de proteção animal sem fins lucrativos (Organizações Não Governamentais - ONGs) e contratos com clínicas veterinárias para a realização das cirurgias. A legislação também prevê ações educativas como forma de promover a conscientização da população sobre a necessidade da esterilização cirúrgica de cães e gatos, assim como a importância da guarda responsável de animais domésticos.

Castração gratuita de cães e gatos

Clínicas Veterinárias:

O atendimento pelas clínicas veterinárias contratadas é realizado mediante cadastro prévio dos interessados, que devem obter o Termo de Encaminhamento e escolher a clínica mais próxima à sua residência, para a realização das cirurgias de esterilização. De posse desse termo, o interessado pode fazer o agendamento por telefone.
Para isso, é necessário comparecer ao Divisão de Vigilância em Zoonoses (DVZ) ou nas Unidades de Vigilância em Saúde (UVIS) abaixo relacionadas, com os seguintes documentos: CPF, RG, comprovante de residência atualizado em seu nome e comprovante de vacinação contra raiva do animal, quando houver.


ONGs Contratadas

Destinado à população residente no município de São Paulo, em especial nas localidades mais carentes e distantes da cidade, inclusive na zona rural, o programa abrange regiões classificadas como prioritárias, de acordo com critérios epidemiológicos, demográficos e sociais. O atendimento nessas regiões é organizado pelas SUVIS e é executado pelas ONGs por meio da realização de mutirões, promovidos em parcerias com CEUs, unidades escolares, associações de bairro, paróquias, etc, que concedem o espaço para a realização dos procedimentos cirúrgicos de esterilização. A divulgação desses mutirões é realizada pelas ONGs junto à população local para cadastramento dos animais ‘

Supervisão nos serviços

Após a cirurgia, os animais recebem o microchip e a vacina contra raiva, se necessário, além da emissão do RGA, assim como orientações gerais de pós-operatório fornecidas aos proprietários. Todas as instalações das ONGs e clínicas veterinárias são supervisionadas pelo CCZ/SUVIS com relação à técnica cirúrgica empregada e protocolos indicados pelo órgão.

Postos de Cadastramento

Clique na figura abaixo para abrir a lista de postos!