Economia - Notas

 


Contas municipais e outras estatísticas econômicas

Fontes

Produto Interno Bruto – PIB Municipal
Cálculo do PIB dos municípios paulistas pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), inserido no projeto de âmbito nacional (que abrange todos os municípios brasileiros), coordenado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Relação Anual das Informações Sociais (Rais)
Banco de dados do Ministério do Trabalho e Emprego formado pelas autodeclarações anuais de todos os estabelecimentos empregadores legalmente constituídos.

Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED)
Pesquisa mensal sobre o mercado de trabalho, realizada pela Fundação Seade e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em amostras de domicílios das Regiões Metropolitanas de Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo e o Distrito Federal.

 

Conceitos

Produto Interno Bruto
Produto Interno Bruto (PIB) representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos anualmente em uma determinada região ou país.

Produto Interno Bruto "per capita”
O PIB per capita para o Município corresponde ao valor do PIB municipal dividido pelo número de habitantes da cidade.

Valor adicionado
Contribuição ao produto interno bruto pelos diversos setores da atividade econômica, calculada pela diferença entre o valor de produção e o consumo intermediário absorvido no processo de produção.

Estabelecimento formal
Estabelecimento empregador, legalmente constituído e inscrito no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da Receita Federal.

Emprego formal
Aqui se refere ao posto de trabalho declarado, ao Ministério do Trabalho e Emprego, no formulário da Rais, pelo estabelecimento empregador legalmente constituído e inscrito no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da Receita Federal. Excluem-se, portanto, todas as formas de ocupação autônomas e as não-legalizadas, além do trabalho doméstico remunerado ou não.

Taxa de participação
Proporção de pessoas inseridas no mercado de trabalho (PEA), na situação de ocupadas ou desempregadas, em relação à População em Idade Ativa (PIA), ou total de pessoas com dez anos ou mais de idade.

Pessoas ocupadas
Pessoas que estavam trabalhando regularmente, com carteira assinada ou não, empregadas ou autônomas, por ocasião da coleta de dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED).


Rendimento médio real dos ocupados
Média dos rendimentos dos ocupados corrigidos para uma determinada data.

Taxa de desemprego
Desemprego total é definido pela Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), da Fundação Seade e Dieese, como a soma dos desempregos aberto (situação das pessoas que procuraram trabalho de maneira efetiva nos 30 dias anteriores à data da entrevista e não exerceram nenhum tipo de atividade nos sete últimos dias) e oculto (pelo trabalho precário ou pelo desalento, no caso de pessoas que procuraram trabalho nos últimos 12 meses). A taxa de desemprego total é a proporção de pessoas desempregadas em relação à População Economicamente Ativa.


Setor de atividade econômica
Conforme a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), são setores e subsetores da atividade econômica: agricultura (cujos dados, aqui, incluem a extração de minerais), indústria (cujos dados, aqui, incluem os serviços industriais de utilidade pública), comércio, serviços, construção civil e administração pública. Cada um desses setores, por sua vez, corresponde a um agrupamento de ramos da atividade econômica.

 

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano / SMDU
Coordenadoria de Produção e Análise de Informação / Geoinfo
Técnico responsável: José Benedito de Freitas
Dezembro de 2018


Setores da economia - construção

Fontes

Os dados apresentados foram obtidos pela EMBRAESP (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), uma sociedade civil, especializada em consultoria imobiliária, com atuação em todo o território nacional. A EMBRAESP cede à Prefeitura do Município de São Paulo os dados de sua pesquisa mensal de lançamentos imobiliários. Essa pesquisa é desenvolvida de forma sistemática desde o ano de 1977, através de informações obtidas em folhetos publicitários, anúncios e informações dos corretores. As nomenclaturas adotadas são as mesmas utilizadas na referida pesquisa e para melhor compreensão são definidos a seguir.

Conceitos

Área Total Lançada

A Área Total Lançada que apresentamos nesta planilha, é o resultado obtido da multiplicação dos fatores: número total de unidades x Área total (em m²) da unidade. Esses dois fatores são variáveis obtidas na Pesquisa e Análise de Mercado Imobiliário Residencial no Município de São Paulo elaborada pela Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio).

Lançamento imobiliário
Conforme a Embraesp, lançamento imobiliário é o momento de início das vendas do empreendimento evidenciado pela sua publicização ostensiva seja nos meios de comunicação, seja por meio eletrônico ou pela distribuição de material impresso (Embraesp, 2007). Os lançamentos são divididos entre residenciais e não residenciais (comerciais).

Terrenos consumidos
É a soma em metros quadrados da área do terreno correspondente aos lançamentos imobiliários.

Valor geral de vendas
Variável aqui utilizada no caso dos lançamentos residenciais, refere-se à soma do valor de vendas no lançamento de todas as unidades lançadas. Porém o valor geral de vendas que apresentamos nesta planilha, é o resultado obtido da multiplicação dos fatores: número total de unidades x preço total (em reais) da unidade. Esses dois fatores são variáveis obtidas na Pesquisa e Análise de Mercado Imobiliário Residencial no Município de São Paulo elaborada pela Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio).

Conjuntos-tipo
Referem-se apenas aos lançamentos comerciais. São as unidades básicas dos lançamentos, ou seja, salas ou escritórios.

Observação

A Subprefeitura de Sapopemba foi criada pela Lei n°15.764, de 27 de maio de 2013, que dispõe sobre a criação e alteração da estrutura organizacional das Secretarias Municipais. Dessa forma, a partir de 2014, começamos a identificar os dados da Subprefeitura de Sapopemba de forma individual.


Referência
EMBRAESP. Empresa Brasileira de Estudos Patrimoniais. A atribuição de coordenadas geográficas foi realizada pela SMDU/Geoinfo.


Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano / SMDU
Coordenadoria de Produção e Análise de Informação / Geoinfo
Técnico responsável: Luciana Chakarian Kuada
Setembro de 2019