Sistema SUPRI

O Sistema Municipal de Suprimentos - SUPRI, instituído pelo Decreto 31.057/91, foi desenvolvido em 1990, e implantado a partir de 1991 no Departamento de Materiais (DEMAT-4 e DEMAT-13) atualmente Divisão de Gestão de Suprimentos – DGS. 

A ferramenta tem como objetivo registrar todos os materiais adquiridos pela Prefeitura de São Paulo bem como a sua movimentação, entradas por empenho; transferência entre almoxarifados; distribuição dos materiais em estoque por meio de requisição automática de materiais; baixa de matérias; doações recebidas ou distribuídas e ajustes necessários para a regularização dos estoques. Além de informações relativas às movimentações por meio de consulta em tela ou por impressão de relatórios.

Os produtos do SUPRI:

  • Tabela de Materiais / Bens Patrimoniais / Serviços;
  • Módulo de Controle de Estoques
  • Módulo de Requisição Automática de Materiais

CUBOS OLAP (Liberação do acesso à ferramenta COBES)

Ferramenta gerencial que possibilita ao próprio usuário gerar relatórios e planilhas gerenciais através do cruzamento de diversos tipos de informações existentes nos vários módulos do Sistema.

Atualmente existem seis cubos: ajustes; compras; fornecimento; movimento geral; quotas; saldo em estoque.

Permite emitir relatórios gerenciais para os Setores de Compras para efetivo controle das aquisições / baixas / movimentações de materiais nas Unidades.

BANCO DE PREÇOS (Liberação de acesso à TELA E: 606)

O SISTEMA SUPRI possui um banco de preços para materiais de consumo, relacionando todos os preços mínimos e máximos registrados nos estoques dos Almoxarifados, estabelecendo a moda e a frequência dos preços mais praticados.

Este banco de preços tem a função de subsidiar as Unidades nos processos de compra, e ainda servir de parâmetro comparativo da "pesquisa de preços".

APOSTILA DE PREÇO

Apostila de preços praticados na PMSP nos últimos seis meses. 

REGULAMENTAÇÃO DO SISTEMA

Em face da necessidade de adequação do Manual de Procedimentos Para Almoxarifados, instituído pelo Decreto nº 23.403/87 de 06 de fevereiro de 1987, em função da informatização desses procedimentos pelo SUPRI e, pela necessidade de se disciplinar e padronizar os procedimentos relativos à operacionalização do Sistema para os Almoxarifados dele usuários e, no que couber aos demais, foi instituído a Portaria Intersecretarial SF/SMA 01/96, publicada no DOM de 30.01.1996, que estabelece os procedimentos necessários para a utilização do SUPRI no que se refere ao Módulo Controle de Estoques.

SUPORTE AO SISTEMA

O DGS é a divisão responsável pelo gerenciamento do SISTEMA SUPRI, e dá suporte aos seus usuários através de atendimento telefônico ou eletrônico, via e-mail, SEI e Microsoft Teams.

Toda solicitação de cadastramento ao DGS está regulamentada pela Portaria Intersecretarial SF/SMA 01/96, mas, devido à necessidade de informações mais rápidas, também é aceito pedidos via e-mail, de assuntos que não requerem a assinatura dos Titulares das Unidades Orçamentárias.

Normalmente é publicada no Diário Oficial da Cidade a lista de assuntos aceitos via e-mail, além de comunicados das inovações do Sistema como novas telas, novos procedimentos, novas regras etc.

Para dúvidas, esclarecimentos, sugestões, as Unidades poderão utilizar-se do endereço eletrônico do DGS: suprisistemas@prefeitura.sp.gov.br.

REQUISIÇÃO AUTOMÁTICA DE MATERIAIS

A Secretaria Municipal de Gestão, por meio da Divisão de Gestão de Suprimentos - DGS, do Departamento de Gestão de Atas, Serviços e Suprimentos - DGASS, disponibiliza a todas as Unidades da PMSP o módulo de requisição automática de materiais, que tem por finalidade agilizar a execução dos trabalhos do Almoxarifado, a economia gradativa de papel e maior transparência na execução dos procedimentos.

Para as Unidades de Consumo esta ferramenta tem como premissa:

• Eliminar o fluxo de papel
• Evitar rasuras e imprecisões nas solicitações de materiais
• Possibilitar a quem requisita ter parâmetros para as requisições dos materiais e suas quantidades


Para os Almoxarifados esta ferramenta tem como premissa:

• Maior velocidade na emissão da Nota de Distribuição de Materiais
• Menor incidência de erros relativos à digitação e ao fornecimento dos materiais
• Maior economicidade nos gastos de papel

Todas as Unidades da Administração Direta da Prefeitura do Município de São Paulo que utilizam materiais de uso comum já possuem a ferramenta, que tem a proposta de modificar o formato de solicitação de materiais, criando agilidade e eliminando a burocracia entre o Almoxarifado e as Unidades Abastecidas,

MANUAIS DO SISTEMA

O DGS disponibiliza os manuais de utilização referentes aos diversos Módulos do Sistema, facilitando a sua utilização por parte dos usuários, pois além de autoexplicativo, relaciona cada tela dos módulos e dá, passo a passo, a maneira de preenchimento das mesmas. Para solicitação dos manuais a Unidade deverá encaminhar pedido ao e-mail do DGS.

Os manuais são:

  • Controle de Estoques
  • Requisição Automática Para Distribuição
  • Apostila de Preços Praticados de Materiais na PMSP