Prêmio Alceri Maria Gomes da Silva

Prêmio Alceri Maria Gomes da Silva

O Prêmio de Direito à Memória e à Verdade Alceri Maria Gomes da Silva foi criado pela Portaria nº 149 de 11 de novembro de 2016, reformulada pela Portaria nº137/SMDHC/2019, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e consiste em uma homenagem às pessoas físicas ou jurídicas que atuam na preservação da memória e na busca pela verdade das violações aos direitos humanos cometidas durante o período da ditadura militar e/ou que atuem ou desenvolvam o todo ou parte de suas atividades no município de São Paulo; ou, ainda, tenham a cidade como tema central de análise dessa pauta.

Neste prêmio já foram homenageados:

2016
Prêmio: Fábio Konder Comparato
Menção: Tata Amaral
Menção: CAAF-Unifesp

2017
Prêmio: Flávia Schilling
Menção: Caco Barcellos
Menção: Agência Pública

2018
Prêmio: José Luiz Del Roio
Menção: Amelinha Teles
Menção: Memorial da Resistência

2019
Prêmio: Eugênia Gonzaga
Menção: Jean Willys
Menção: Ponte Jornalismo

2020
Prêmio - Anivaldo Pereira Padilha
Menção: Central Única das Favelas
Menção: Maria Auxiliadora de Almeida Cunha Arantes (Dodora Arantes)

Prêmio Alceri Maria Gomes da Silva 2021 

ATENÇÃO! A divulgação dos homenageados acontecerá em cerimônia pública híbrida (presencial e virtual) no dia 10 de dezembro de 2021 durante o Festival de Direitos Humanos – que ocorre entre 06 a 10 de dezembro. Acompanhe nosso site para saber da programação completa do Festival. 

Para acessar o edital que regula a indicação de nomes para o Prêmio de Direito à Memória e à Verdade Alceri Maria Gomes da Silva clique aqui.