Meditação

Atividade permanente - DEA/UMAPAZ

A prática da Meditação é hoje bastante difundida também nos países ocidentais, assim como o crescente interesse científico que acumula evidências sobre as modificações fisiológicas produzidas pela sua prática e o reconhecimento de seus benefícios para a saúde das pessoas.

A meditação taoísta, também conhecida como Tao In ou Sentar-a-calma é praticada através de técnicas milenares desenvolvidas pela sabedoria chinesa, fáceis de praticar e tem o propósito de nos religar à Mãe Natureza, preservar a saúde e conduzir à serenidade.

Fundamentada na milenar sabedoria taoísta, promove a união interior e a serenidade do espírito, através da prática da circulação da energia vital pelo corpo.

Aprendemos que a quietude e a serenidade nos conduzem ao movimento verdadeiro, a buscar ações e respostas mais significativas e integradas à essência do nosso ser, ao diálogo interior em conexão ao planeta e universo que vivemos. Não é uma postura passiva, mas sim de construção e preparação para ações equilibradas e conectadas com o meio em que vivemos. 


Tema 2018: As Estações

Durante o ano de 2018 o tema a ser trabalhado será AS ESTAÇÕES. Este tema nos remete aos ciclos da natureza, às alterações provocadas pela variação da luz solar que incide sobre a superfície da terra gerando mudanças na luminosidade, temperatura e ocorrência de chuvas.

Como nossas atividades iniciam em fevereiro vamos começar o ano no final do verão, depois entrando no outono em 21/março, seguindo para o inverno em 21/junho e desabrochando na primavera em 21/setembro. Os ciclos estão presentes na natureza, nos movimentos da vida de inspiração e expiração, na contração e expansão, na expansão e no recolhimento da energia. A natureza interna reflete a externa e vice-versa num movimento circular constante como o presente no círculo da Dança Circular onde os passos se repetem como mantras trazendo formas, conteúdos e proporcionando a meditação em movimento. Em união com a prática do Tai Chi Pai Lin e da meditação realizados na UMAPAZ estaremos conectados nas manhãs de segundas, quartas e sextas-feiras trabalhando o mesmo tema.

No hemisfério norte a mudança das estações é muito intensa, clara e demarcada, a alteração de temperatura muito grande, o frio intenso e a presença da neve no inverno traz o branco total para a paisagem. No Brasil, apesar das mudanças de temperatura não serem tão intensas, nossa paisagem também se modifica, diferentes árvores florescem, frutos surgem a cada mudança e as águas disponíveis pelas chuvas marcam muito nossas mudanças de ciclos.

Os ciclos das estações podem ser comparados com o ciclo da vida, o caminho da infância à maturidade. A criança vive a primavera, é o período onde brota, se forma, cresce; o jovem vive o verão, a plenitude do corpo físico e emocional onde a vida pulsa em sua máxima expansão e vitalidade; o adulto vive o outono onde sua energia vai da total expansão ao início do recolhimento e a fase final da vida é representada pelo inverno onde a energia pode se recolher bastante trazendo um ritmo mais calmo e o presente da sabedoria.

 


O Final do Verão - Terra

Na sabedoria chinesa os últimos dias de cada estação são diferentes, como se a energia se estabilizasse antes de mudar de qualidade, na estação seguinte.

Os chineses observaram que no final do verão isto fica mais evidente, como se houvesse neste período uma mistura das quatro estações. Mudanças de tempo imprevistas, atividade mais intensa entre plantas e insetos. A observação é de um período que está terminando, o verão, e outra coisa diferente chegando, o outono com outras características.
Tempo de se arrumar, prestar atenção ao que se passa interna e externamente, em ressonância com a Terra, com o centro, e o equilíbrio.

Terra é o chão que pisamos e dela vem a força, a base, o sustento, nossas principais referências: Mãe Terra. É aqui que a energia vital passa por uma fase de estabilidade, de centralização antes de voltar ao movimento.
Em nós, Terra é o centro do corpo: timo, estômago, pâncreas e baço, umbigo. É o centro da atividade mental: ideias e opiniões, capacidade de reflexão. É o centro do espaço que nos envolve: carne que reveste nossos ossos e músculos, que nos dá uma aparência e uma identidade corporal. Terra em harmonia faz a pessoa ficar em paz consigo mesma e sentir-se em casa onde quer que esteja, porque na verdade está sempre dentro de sua própria casa/corpo/ mente.

Referência bibliográfica: Hirsch, S. Manual do herói


Facilitação
: Jeni Rodrigues Queiroz
Coordenação: Suely Feldman Bassi
Público: Interessados em geral

Dias: Todas as quartas-feiras
Horário: às 11h

Local
: Sede do DEA|UMAPAZ – Parque Ibirapuera.
Pedestres: Portão 7A para pedestres. Av. Quarto Centenário, 1268.
Estacionamento: Portão 7, Av. República do Líbano, estacionamento (Zona Azul).

Não é necessário realizar inscrição. Atividade gratuita.

Mais informações: (11) 5908 3800 ou inscricoesumapaz@prefeitura.sp.gov.br