PATRONO VIRIATO CORRÊA

Manuel Viriato Corrêa Baima do Lago Filho nasceu em 23 de janeiro de 1884 em Pirapemas, Maranhão. Aos dezesseis anos escreveu seus primeiros contos e poesias. Cursou Direito no Recife, mas concluiu o curso no Rio de Janeiro. Seu primeiro livro de contos Minaretes foi alvo de duras críticas, mas isto não o fez desistir.

Atuou na política como deputado; foi preso durante a Revolução de 1930 e quando liberto se dedicou integralmente à literatura e ao teatro. Obteve grande notoriedade no campo da narrativa histórica e escreveu o romance Cazuza, livro que abriu as portas da literatura infantil aos fatos da vida real, utilizando uma linguagem ágil e adequada à compreensão infantil. Cazuza relata as suas experiências escolares e os costumes da época; é considerado um dos maiores clássicos da literatura infantil.

Viriato Corrêa foi membro da Academia Brasileira de Letras de 1938 a 1967, ano em que faleceu a 10 de abril, no Rio de Janeiro.

Algumas obras: Novelas doidas (1921); Os meus bichinhos (1931); Gaveta de sapateiro (1932); O gato comeu (1943); A bandeira das esmeraldas (1945); O grande amor de Gonçalves Dias (1959).

 

logo SMB

Viriato Correa