HISTÓRICO DA BIBLIOTECA

HistóricoA Biblioteca Infanto-Juvenil de Vila Maria foi inaugurada em 7 de setembro de 1956 e ampliada em 1965 para atender a crescente demanda de usuários da comunidade. Com o aumento da freqüência, foram desenvolvidas novas atividades, entre elas a confecção do Jornal da Infância, depois chamado BIJOVEM, elaborado por crianças e jovens freqüentadores da biblioteca, com entrevistas de moradores da comunidade e personalidades do momento.

Em 25 de janeiro de 1982 foi inaugurada a Biblioteca para adultos, denominada posteriormente Álvares de Azevedo, que ocupava inicialmente uma pequena sala no prédio da Biblioteca Infanto-Juvenil. Dois anos depois ela foi transferida para um espaço maior, passando para o segundo andar no mesmo prédio.

Em setembro de 1989 a Biblioteca Infanto-Juvenil de Vila Maria passou a ser denominada Biblioteca Infanto-Juvenil Pablo Neruda, em homenagem ao poeta chileno, Prêmio Nobel de Literatura em 1971.

As Bibliotecas Pablo Neruda e Álvares de Azevedo foram unificadas em outubro de 2005 pelo decreto 46.434 de criação do Sistema Municipal de Bibliotecas, passando a denominar-se Álvares de Azevedo.

Legislação referente à biblioteca:
Biblioteca Álvares de Azevedo
Criação: Decreto n.º 17.535 de 14 de setembro de 1981
Inauguração: 25 de janeiro de 1982
Denominação: Decreto 21.778 de 24 de dezembro de 1985 e Decreto n.º 46.434 de 6 de outubro de 2005

Biblioteca Pablo Neruda
Criação: Lei n.º 3.853 de 18 de março de 1950
Inauguração: 7 de setembro de 1956
Denominação: Decreto nº 28.055 de 5 de setembro de 1989

Transferência para subprefeitura: Decreto nº 42.772 de 3 de janeiro de 2003
Criação de SMB: Decreto nº 46.434 de 6 de outubro de 2005

logo SMB

Álvares de Azevedo