Share

BIOGRAFIA DO PATRONO ÁLVARES DE AZEVEDO

Imagem do post

Manuel Antônio Álvares de Azevedo, poeta, contista e ensaísta nasceu em 12 de setembro de 1831, em São Paulo. Foi aluno do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, e em 1848 entrou para a Faculdade de Direito em São Paulo, mas faleceu antes de concluí-la. Morou em repúblicas com os amigos Aureliano Lessa e Bernardo Guimarães, com os quais teve fortes laços de amizade.

Participou ativamente da vida literária paulistana e fundou, com amigos, a Revista Mensal da Sociedade Ensaio Filosófico Paulistano. A sua poesia teve forte influência Byroniana, tratando da morte, do amor e de temas obscuros.

Foi acometido pela tuberculose agravada por um tumor na região do abdômen. Um mês antes de sua morte, escreveu o poema Se eu morresse amanhã que foi lido em seu enterro. Faleceu em 25 de abril de 1852, em São Paulo, aos vinte anos. É um dos principais nomes da segunda geração do romantismo brasileiro.

“Descansem o meu leito solitário
Na floresta dos homens esquecida,
À sombra de uma cruz, e escrevam nela:
Foi poeta - sonhou - e amou na vida”.
(fragmento do poema “Lembrança de morrer”)


Algumas Obras: Lira dos vinte anos (póstuma 1853); A noite na taverna (póstuma 1855); Macário (drama póstumo 1855); O Conde Lopo (poema póstumo 1886).

logo SMB

Álvares de Azevedo