Cotas raciais nos cursos da EMASP

Consoante às medidas de promoção da igualdade racial da Prefeitura de São Paulo, a EMASP passou a aplicar a política de cotas nos processos seletivos de seus cursos.

São garantidas 20% das vagas disponíveis à participação dos servidores declarados como afrodescendentes nos cursos oferecidos.

Para isso, a informação racial que consta dos formulários de inscrição deverá ser preenchida obrigatoriamente por quem se inscrever.

A Lei Municipal nº 15.939/2013 garante reserva de, no mínimo, 20% das vagas dos concursos abertos pela Prefeitura a candidatos negros. A implantação deste mecanismo nos processos seletivos internos de capacitação busca garantir uma política afirmativa também após o ingresso destes servidores.

A EMASP está empenhada em contribuir para o fortalecimento institucional da diversidade dentro da Gestão Municipal.