Chuvas excessivas

Como agir?

Nos dias de verão o drama das enchentes se repete. Apesar dos esforços da Prefeitura e de todos os serviços de prevenção, como limpeza de bueiros, córregos e piscinões, Operações Cata-Bagulho e outros, quando chove em demasia ruas e casas são tomadas pelas águas.

Famílias ficam ao desabrigo, carros alagados resultam em perda total, árvores e postes caem, partes da cidade ficam sem luz, o trânsito vira um caos. O tamanho da tragédia, entretanto, pode ser menor se as recomendações da Defesa Civil forem adotadas.

O que fazer antes da inundação

Moradores de regiões propensas a inundações devem manter-se informados sobre as condições meteorológicas;

Ao primeiro sinal de chuva forte, coloque os móveis, eletrodomésticos e demais objetos em lugares altos;

 

Desligue aparelhos elétricos e eletrônicos, a chave geral de sua casa e feche os registros de entrada de água e de gás;

Retire o lixo e leve-o para áreas não sujeitas a enchentes;

Evite construir em cima e embaixo de barrancos que possam deslizar, carregando sua casa;

Cortes e Barrancos: A construção de casas nas encostas dos morros é, quase sempre, feita de modo errado. Não corte barrancos. Procure a Subprefeitura do seu bairro para receber orientação;

 
Coloque documentos e objetos de valor em um saco plástico fechado e em local protegido;

Não jogue lixo ou entulho no córrego, para não obstruir a passagem de água, nem em terrenos baldios ou ruas;

Limpe o telhado, calhas, condutores e canaletas para evitar entupimentos;

Seja solidário: avise seus vizinhos sobre o perigo, no caso de casas construídas em áreas de risco de deslizamentos; avise também, imediatamente, o Corpo de Bombeiros (193) e à Defesa Civil (199);

O que fazer durante a inundação

Evite o contato direto com a água contaminada da enchente, pois ela pode provocar doenças;

Se estiver em local seguro, procure não se deslocar; não atravesse ruas alagadas, pois você pode ser arrastado pela água;

Em local alagado, preste atenção a buracos e bueiros sem tampas ou encobertos pela água;

Em caso de ventos muito fortes, cuidado com as quedas de árvores, fios, postes, semáforos, etc;

Utilize calçado, calça comprida e blusa para a proteção do corpo; não use bermuda e não fique sem camisa;

Não deixe crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo doenças graves, como hepatite e leptospirose.

Antes de tudo, salve e proteja vidas. Se precisar retirar algo de sua casa, após a inundação, peça ajuda à Defesa Civil ou ao Corpo de Bombeiros nos telefones mencionados acima;

Tente convencer as pessoas que moram em áreas de risco a saírem de casa durante as chuvas.

No carro
Se você estiver em um carro durante a enchente, diminua a velocidade e mantenha distância do veículo da frente. Procure parar o carro em locais altos e livres de enchentes;
certifique-se, por intermédio do rádio, de qual é o melhor itinerário a seguir, a fim de escapar das áreas alagadas; nunca atravesse áreas cobertas pela água; se isso não for possível, procure dirigir devagar, mantendo o carro acelerado; evite se aproximar de outro veículo, espere que ele passe totalmente para então seguir em frente;
Se o nível de água estiver subindo, vá com sua família para um lugar seguro.

 

 O que fazer depois da inundação

Beba apenas água filtrada ou fervida;

Não utilize alimentos que estiveram em contato com a água da inundação;

Fique atento aos sintomas de doenças, tais como febre, vômito, dor de cabeça ou no corpo (principalmente na “batata da perna”), e diarréia; nesses casos, procure os serviços de saúde;

Chuvas de grande intensidade ou longa duração provocam deslizamentos, principalmente em áreas de risco: fique atento a qualquer sinal;

Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou que estiveram em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito;

Lave e desinfete os objetos atingidos pela enchente usando uma mistura de um copo de água sanitária para cada balde de 20 litros de água limpa, utilizando luvas e botas.