Cidade de São Paulo na Fase Emergencial

São Paulo continua em quarentena e encontra-se atualmente na Fase Emergencial do Plano São Paulo, com restrição no funcionamento de alguns setores da economia

CIDADE DE SÃO PAULO NA FASE EMERGENCIAL

Veja os setores e as regras para esse período:

ESCRITÓRIOS E ATIVIDADES ADMISTRATIVAS
Obrigatoriedade de teletrabalho.

REPARTIÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Obrigatoriedade de teletrabalho.

TELECOMUNICAÇÕES
Obrigatoriedade de teletrabalho.

SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
Obrigatoriedade de teletrabalho.

SHOPPINGS E COMÉRCIO DE RUA
Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away);
Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) das 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) 24 horas.

COMÉRCIO DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO
Proibido atendimento presencial;
Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) das 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) 24 horas.

COMÉRCIO DE PRODUTOS ELETRÔNICOS
Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away);
Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) das 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) 24 horas.

SUPERMERCADOS
Recomendação de escalonamento de horário dos funcionários para evitar aglomeração no transporte público.

BARES, RESTAURANTES E PADARIAS
Atividade não permitida para consumo no local. Serviço disponível apenas para entrega (delivery), comercialização através da janela do carro (drive-thru) das 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) 24 horas;
Padarias podem funcionar seguindo as regras de supermercado, proibido o consumo no local.

HOTELARIA
Proibição de funcionamento de restaurantes, bares e áreas comuns dos hotéis. Alimentação permitida somente nos quartos.

TRANSPORTE COLETIVO
Recomendação de escalonamento de horário para os trabalhadores dos setores da indústria, serviço e comércio.

EDUCAÇÃO ESTADUAL, MUNICIPAL E PRIVADA
Recesso da rede estadual de Educação por 15 dias. Recomendação para que as redes municipal e privada sigam o mesmo procedimento.

ESPORTES
Eventos coletivos profissionais e amadoras suspensos.

ATIVIDADES RELIGIOSAS
Proibição de realização de atividades coletivas (como missas e cultos), mas permissão de abertura dos templos, igrejas e similares para manifestação de fé individual.