A Coordenação

Conheça a Coordenação de Políticas para as Mulheres

O que é a Coordenação de Políticas para as Mulheres da Cidade de São Paulo?

A Coordenação de Políticas para as Mulheres tem como missão elaborar, propor, articular, planejar e fomentar a implantação de políticas públicas para a defesa dos direitos das mulheres e equidade de gênero, assim como coordenar projetos e programas para combater todas as formas de discriminação e preconceitos praticados na Cidade de São Paulo.


Visando a garantia da autonomia e qualidade de vida das mulheres, o departamento promove políticas de enfrentamento a todo e qualquer tipo de violência, por meio de seus equipamentos de atendimento e do encaminhamento de vítimas de violência doméstica, que fazem parte da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher de São Paulo.

Os equipamentos de atendimento da Coordenação de Política para as Mulheres são:


- Centros de Referência a Mulheres em Situação de Violência (CRMs) são as portas de entrada da mulher na Rede de Enfrentamento à Violência. Os CRMs oferecem colhimento, acompanhamento psicológico, social e jurídico para mulheres que são violentadas. O atendimento acontece de segunda à sexta-feira, em horário comercial.

- Centros de Cidadania da Mulher (CCMs) orientam as mulheres a garantir seus direitos sociais, políticos e culturais. Esses locais, não são destinados apenas para mulheres que sofrem violência, mas também, para todas que desejarem participar de atividades, como os cursos de capacitação profissional, que ensinam como assegurar mais independência e autonomia financeira. O horário de funcionamento é de segunda à sexta-feira, em horário comercial.

- Casa Abrigo é um serviço de alojamento temporário, de endereço sigiloso, que oferece proteção e atendimento integral às mulheres em situação de violência doméstica e familiar de gênero, que estejam em risco iminente de morte, acompanhadas ou não de suas/ seus filhas/os com idade abaixo de 18 anos. O objetivo é garantir a integridade física e psicológica, além de apoiar a vítima para que ela reestruture sua vida. A Casa Abrigo funciona sete dias por semana, 24 horas por dia.

- Casa de Acolhimento Provisório de Curta Duração (Casa de Passagem) recebe mulheres e suas/ seus filhas/os com idade abaixo de 18 anos, para encaminhamento aos serviços especializados (CRMs, CDCM e CREAS), considerando a avaliação de risco norteada pela Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e a capacidade instalada da casa, com a perspectiva de garantir segurança e integridade à saúde, além de oferecer apoio psicológico e social. A Casa de Acolhimento funciona sete dias por semana, 24 horas por dia.

Entre em contato com a Coordenação de Políticas para as Mulheres:

Rua Líbero Badaró, 119, quinto andar, centro – SP
(11) 3113-9683
smdhccpm@prefeitura.sp.gov.br