Circuito Municipal de Cultura 2022 - Programação CEUs: Outubro

Confira as atrações do Circuito Municipal de Cultura nos CEUs em outubro

A Transformação na Palhaça

Linguagem: Circo

Conta e canta a história da palhaçaria desde sua origem até os dias de hoje onde mulher também é palhaça. Foi totalmente reformulado em 2016 , trazendo música ao vivo, um novo cenário e um conteúdo mais consistente. É neste momento que o Clownbaret começa a trazer conteúdos didáticos para seus espetáculos e a estender a sua pesquisa para a história do circo e da palhaçaria.

| CEU Vila Atlântica - Professor João Soares Filho. Sábado: 01/10 às 10h.

| CEU Butantã - Profª Elizabeth Gaspar Tunala. Sexta: 07/10 às 15h.

| CEU Heliópolis - Profª Arlete Persoli. Sexta: 14/10 às 14h.

| CEU Jaguaré. Terça: 18/10 às 14h.

| CEU Enedina Alves Marques - Cidade Tiradentes. Sexta: 21/10 às 16h.

| CEU Vila Alpina. Quinta: 28/10 às 15h.

 

Jurema Pessanha

Linguagem: Música

Show “Linha de frente”. Nascida na zona leste de São Paulo, cresceu junto aos movimentos Morro das Pedras, Boteco do Tim Maia e Samba da Lage, participou de várias rodas de samba no quintal da Tia Cida, onde também se deu o nascimento do Berço do Samba de São Mateus, grupo o qual foi back vocal durante muitos anos. Apresenta-se atualmente o show “Linha de frente”, título de seu 1º CD. Repertório com clássicos do samba e outros grandes nomes do samba contemporâneo.

| CEU São Pedro/José Bonifácio - Dragão do Mar. Sábado: 01/10 às 16h.

| CEU Parque Veredas João Antonio da Silva. Quarta: 12/10 às 17h.

| CEU Jaçanã. Segunda: 17/10 às 14h.

| CEU Perus. Sexta: 21/10 às 15h.

 

Duo Pai & Filho

Linguagem: Música

Este trabalho é uma verdadeira viagem pela música popular brasileira. Pai e filho selecionam clássicos imortais da MPB, levando-os ao palco com algumas releituras de arranjos. Passando por diversos ritmos brasileiros. O DUO PAI & FILHO tem como objetivo recordar o melhor da música brasileira com aquela boa dose de diversão e descontração.

| CEU Parque Bristol. Segunda: 03/10 às 09h.

 

Show do IDM

Linguagem: Dança

O grupo de dança Identidade em Movimento, traz consigo uma apresentação de 30 minutos, cheio de dança e alegria. Criado em 2009 na Zona Norte de São Paulo, através do projeto Vocacional, durante esses 13 anos de trajetória, fizeram diversas apresentações por São Paulo, ganharam diversos editais tais como: Programa Vai, Mês do Hip Hop, Virada Cultural e ETC. Onde fez apresentações que contagiaram a plateia, com diversos estilos de dança, por isso o nome do grupo "Identidade em Movimento", pois o movimento representa a dança e a identidade que mostra cada um, e cada um tem aquele estilo de dança que prefere, assim a Identidade em Movimento apresenta seu show com diversos estilos de dança em um único show, sendo: Danças Urbanas (Break, Popping, Locking, Waacking, Vouguing, Dance Hall, Ragga, House), Dança Contemporânea, Ballet Clássico e Dança de Salão. Levando sempre uma mensagem positiva para as pessoas que assistem, levando alegria, esperança, liberdade e mostrando que dança é para todos.

| CEU São Mateus. Segunda: 03/10 às 09h.

| CEU Parque São Carlos. Segunda: 03/10 às 14h.

| CEU Quinta do Sol. Segunda: 17/10 às 14h30.

| CEU São Rafael. Sexta: 21/10 às 14h.

| CEU Pinheirinho. Sábado: 29/10 às 15h.

 

Música Eletrônica Literária

Linguagem: Música

O Show "Música Eletrônica Literária", é uma produção infanto-juvenil, composta por canções autorais da Cia. Som em Prosa, inspiradas em obras literárias que fazem parte do repertório de contações de histórias da companhia, produzido ao longo dos 10 anos de sua trajetória. No show, as canções 13 canções que fazem parte de seu repertório são “costuradas” por trechos de dramaturgia, de modo que se situe o contexto ficcional, bem como a obra literária, à qual determinada ação pertence. De modo que, ao experienciar o show, o público revive a memória da trajetória da companhia enquanto transita entre os diversos universos literários. Trajeto musical que contará com beats mestiços, na medida em que promovem a junção de ritmos pertencentes à cultura popular brasileira.

| CEU Aricanduva - Professora Irene Galvão de Souza. Segunda: 03/10 às 09h.

| CEU Esperança Garcia - Freguesia do Ó. Segunda: 17/10 às 10h.

| CEU Pêra Marmelo. Quinta: 20/10 às 10h.

| CEU São Pedro/José Bonifácio - Dragão do Mar. Sábado: 22/10 às 11h.

| CEU Caminho do Mar – Professora Dulce Salles Cunha Braga. Segunda: 24/10 às 10h.

 

Escambinho

Linguagem: Intervenção

O Coletivo Escambinho propõe realizar um sarau com microfone aberto para o público infantil em que as crianças possam expressar-se de forma artística. Direcionando e auxiliando o público presente, os integrantes também realizarão a leitura de poesias a fim de fomentar a literatura.

| CEU Parque São Carlos. Terça: 04/10 às 10h.

| CEU Feitiço Da Vila - Deputado Professor José Freitas Nobre. Quarta: 05/10 às 15h.

| CEU Quinta do Sol. Sexta: 07/10 às 16h.

| CEU São Rafael. Terça: 11/10 às 10h.

| CEU Pinheirinho. Quarta: 12/10 às 17h.

| CEU Alvarenga. Sexta: 21/10 às 10h.

| CEU Profª Virgínia Leone Bicudo. Sábado: 22/10 às 10h.

| CEU Profª Virgínia Leone Bicudo. Quarta: 26/10 às 18h.

| CEU Alvarenga. Sábado: 29/10 às 14h.

 

Batuke Geral

Linguagem: Música

O grupo Batuke Geral nasceu no ano de 2004 na comunidade do Alto das Almas, Guaratinguetá-SP, por ritmistas da Escola de Samba Embaixada do Morro, com o intuito de propagar e valorizar a música brasileira e em especial o Samba e Pagode. Ao longo desses anos o grupo vem se destacando por todo o interior de São Paulo, Sul de Minas e Sul Fluminense.

| CEU Parelheiros. Terça: 04/10 às 14h.

| CEU Tremembé. Terça: 11/10 às 16h.

 

Peixelétrico

Linguagem: Música

O Grupo Musical Peixelétrico tem 23 anos de carreira. Em janeiro de 2022 lançou a música VALEU com a Banda FALAMANSA . Em abril de 2021 lançou o seu quarto álbum, +AMOR, com 12 músicas inéditas. O Peixelétrico surgiu em 1999 no Guarujá impulsionado pelo movimento “Forró Universitário”.

| CEU Parque Bristol. Terça: 04/10 às 15h.

| CEU Jaçanã. Terça: 18/10 às 14h.

 

O Descotidiano

Linguagem: Circo

Público: Adulto

Em uma casa de poucos móveis e sentimentos, habita um personagem por vezes estressado e por outras fadigado pela rotina imposta pela vida. Este ser excêntrico e solitário busca através da desconstrução de seu cotidiano uma motivação para sorrir. Muitas vezes comandando os objetos a sua volta e muitas outras sendo comandado, o personagem se coloca em enroscos e acaba vivendo situações surreais. Manipulando objetos do cotidiano que vão de colheres e livros, passando por xícaras, vassouras e pás de lixo, além de objetos clássicos do malabarismo como bolas e o malabarismo de contato.

| CEU Tremembé. Terça: 04/10 às 16h.

 

Altemar Dutra Jr - O Melhor de Mim

Linguagem: Música

Em 2014 Altemar Dutra Jr entra em estúdio para gravar um tributo a seu saudoso Pai lembrando a passagem do 30o aniversário de falecimento do eterno trovador. Mais que um tributo, o CD “Sentimental Nós Somos” é um registro histórico e a celebração do que há de melhor na seresta, bolero e canção de todos os tempos e base de seus eventos. Músicas como “Brigas”, “Sentimental Demais”, “Tudo de Mim”, “Contigo Aprendi”, entre outras que imortalizaram seu Pai, tem agora uma releitura toda especial, mas mantendo a essência e a interpretação brilhante que estas faixas exigem. Tão especial quanto sua música é o desenvolvimento de seu trabalho no palco. Seu show é a mistura harmoniosa de cores, ritmos e musicalidade, nas proporções corretas, que fazem de Altemar Dutra Jr um dos artistas mais aplaudidos por onde tem passado, pois, além das músicas de seu próprio CD, ele interpreta grandes sucessos de outros artistas, em releituras cheias de originalidade. Com uma produção de padrão internacional, repertório alegre, romântico e com muito balanço, desenhos de luzes especialmente elaborados e uma equipe técnica e musical de primeiríssima qualidade, Altemar Dutra Jr é sempre a melhor opção para animar seu evento. Se você gosta da boa música romântica, com certeza vai adorar o novo trabalho de Altemar Dutra Jr.

| CEU Casa Blanca - Professor Solon Borges Dos Reis. Terça: 04/10 às 16h.

| CEU Sapopemba - Dora Mancini. Sexta: 28/10 às 20h.

| CEU Jambeiro - José Guilherme Gianetti. Segunda: 31/10 às 16h.

 

Malazarte

Linguagem: Teatro

Encontramos o caráter astucioso e vivaz de Malazarte em histórias recolhidas em várias partes do mundo. A partir desta constatação, o grupo selecionou três, de diferentes origens, trazendo-as para um contexto com referências brasileiras. A primeira história, adaptada de um conto do Vietnã, intitulada A Mosca, tem como herói uma criança, que poderia, sem dúvida, ser um Malazarte menino. Nela, o pequeno Pedro já se mostra bastante consciente da exploração que um senhor rico e avarento impõe aos seus pais. Com esperteza, consegue ajudá-los a se livrarem das dívidas contraídas com o velho ricaço. Na segunda narrativa, coincidem dois contos: um, recolhido por Câmara Cascudo, em Contos Tradicionais do Brasil e o outro, pelo italiano Ítalo Calvino, em seu livro Perde Quem Fica Zangado Primeiro. Surge aqui um Malazarte juvenil, que através de suas artimanhas, escapa das trapaças de um rico fazendeiro e ainda conquista um grande amor. A última história, adaptação de outro conto recolhido por Ítalo Calvino, em Contos Italianos, trata-se de uma licença poética.

| CEU Carrão - Carolina Maria de Jesus. Quarta: 05/10 às 14h.

| CEU Azul da Cor do Mar. Segunda: 10/10 às 10h.

| CEU Paraisópolis. Terça: 11/10 às 14h30.

| CEU Meninos. Quinta: 13/10 às 10h30.

 

O Jardim do Imperador

Livre adaptação do conto chinês A Semente da Verdade. No espetáculo, duas palhaças contam a história de um imperador que está no final da vida e propõe um concurso de cultivo de plantas entre as crianças do reino, para, assim, escolher seu sucessor.

| CEU Navegantes. Quarta: 05/10 às 14h.

| CEU Capão Redondo. Segunda: 17/10 às 14h.

| CEU Cantos do Amanhecer. Quinta: 20/10 às 14h.

 

Se essa rua fosse minha

Linguagem: Teatro

Uma peça de teatro infantil versátil e totalmente interativa na qual os espectadores assistem à história “brincando” todo o tempo junto aos atores de brincadeiras colhidas do folclore infantil brasileiro. “Teresinha de Jesus” e “Alecrim Dourado” são personagens brincantes, com diferentes origens e realidades culturais, mas que se reúnem todos os dias na rua onde moram para brincar. Enquanto brincam, eles tecem reflexões e comentários sobre a vida, e, sobre a experiência única para cada indivíduo que é o crescer e o amadurecer.

| CEU Capão Redondo. Quarta: 05/10 às 14h.

| CEU Paraisópolis. Segunda: 10/10 às 14h30.

| CEU Vila Rubi - Jornalista Alexandre Kadunc. Terça: 18/10 às 14h.

| CEU Abdias do Nascimento - Arthur Alvim. Sexta: 21/10 às 17h.

 

Jarbas Homem de Mello canta Queen

Linguagem: Música

Um show em tributo à famosa banda de rock britânica que se consagrou nos anos 70, 80 e 90. Uma homenagem a Farrokh Bulsara, mais conhecido como Freddie Mercury, vocalista da lendária banda Queen e uma das maiores vozes da música mundial de todos os tempos. Com os maiores hits da banda em um novo e emocionante show, Jarbas Homem de Mello traz ao palco versões dos clássicos da banda Queen e da carreira solo de Freedie Mercury como I Want break free, Radio Gaga, Somebody to love, Killer queen, We are the champions, We will rock you, Love of my life entre outros. Uma experiência incrível que fará com que você entoe grandes clássicos e reviva os sucessos de uma das maiores bandas de todos os tempos.

| CEU Campo Limpo. Quarta: 05/10 às 16h.

| CEU Vila do Sol. Segunda: 10/10 às 14h.

| CEU Formosa – Professor Eden Silvério de Oliveira. Terça: 11/10 às 14h.

| CEU Perus. Segunda: 17/10 às 15h.

 

Brasilidade - Muito Prazer, As Iyálódes

Linguagem: Música

Público: Jovens, adultos

A DJEMBE PRODUÇÕES E ENTRETENIMENTOS, por meio do projeto ELLAS, coloca a musicalidade no corpo para além da voz num repertório que promove o aquilombamento da mulher negra na música, através do show BRASILIDADE - MUITO PRAZER, AS IYÁLÓDES, produzido pelo músico, Fábio Luiz Aleixo. Para além de refletir sobre a trajetória de mulheres negras que atuaram e atuam no campo musical, a DJEMBE convida a repensar a representação das mulheres negras nas letras e canções. Priorizando músicas que reverenciam a mulher negra. São muitas as IYÁLÓDES no cenário musical que deixaram de alguma forma a marca de seus pés nessa estrada, algumas famosas e outras nem tanto - não iremos citar exemplos. Mas iremos apresentar algumas delas a vocês. ELLAS. proclamam a brasilidade cantando músicas de compositoras negras que fizeram sucesso em outras vozes, músicas que fizeram sucesso nas vozes de intérpretes negras e músicas que enaltecem a mulher negra. O público prestigiará a transformação do silêncio em linguagem, em ação, em música no talento de Dandara NIlle, Natália Ribeiro, Karen Feitoza, Maria Júlia (Maju), Thamires Rosa, Jana Assis , Nana Xavier, Patricia Carneiro.

| CEU Feitiço Da Vila - Dep.Prof.José Freitas Nobre. Sexta: 07/10 às 10h.

| CEU Esperança Garcia - Freguesia do Ó. Quinta: 20/10 às 15h.

| CEU Parque Veredas João Antonio da Silva. Quarta: 26/10 às 17h.

 

Bia Ferreira

Linguagem: Música

Público: Família

Multi instrumentista, cantora, compositora, arranjadora, produtora musical e artivista, Bia Ferreira nasceu no interior de Minas Gerais e iniciou seus estudos na música aos 3 anos. Conceitua sua arte como MMP: Música de Mulher Preta. Passou a se comunicar artisticamente com o intuito de educar, conscientizar e informar pessoas sobre as demandas da luta antirracista no Brasil, bem como questões ligadas ao movimento LGBTQIA+ e ao amor afrocentrado. Suas canções são leitura obrigatória para o vestibular da UNB tanto para o Ensino médio, quanto para o Ensino Superior. E, para as crianças de 1 a 4 série do sistema SESI, a música é trabalhada em todos os livros.

| CEU Parque Anhanguera. Segunda: 10/10 às 09h30.

 

Max de Castro

Linguagem: Música

Popsambalanço e outras levadas. Sempre há espaço para novas experimentações no caldeirão de harmonias do cantor, compositor, multi-instrumentista e produtor Max de Castro. O que ele faz? Música brasileira. Este carioca, quase paulistano, se interessou por música ainda na infância e foi influenciado por seu pai, o genial Wilson Simonal, o primeiro popstar negro do Brasil. No final da década de 1990, participou do projeto Artistas Reunidos, ao lado de seu irmão, Wilson Simoninha, de Jair Oliveira, Luciana Mello, Daniel Carlomagno e Pedro Mariano. Este projeto rendeu um disco e apresentações em festivais internacionais de música. Em 2000, Max de Castro lançou o seu primeiro álbum solo, Samba Raro, festejado pela crítica especializada e por artistas já consagrados como Jorge Ben Jor e Ed Motta. O disco, produzido, tocado e arranjado apenas por ele, apresentava uma mistura moderna de música eletrônica, soul, samba e bossa nova e lhe rendeu o prêmio de Artista Revelação, da Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. Neste mesmo ano, Max foi considerado pela revista Time - uma das publicações mais respeitadas do mundo - como "O talento musical mais original surgido no Brasil nas últimas três décadas". Após a boa repercussão internacional de seu trabalho, Max tem tocado regularmente fora do país. No ano seguinte, Max de Castro produziu músicas para Frejat, Paula Lima, Kid Abelha, Leandro Lehart e Tom Zé e criou remixes para Ed Motta, Fernanda Porto e o grupo americano Wax Poetic, com a participação da cantora americana Norah Jones.

| CEU Caminho do Mar – Professora Dulce Salles Cunha Braga. Segunda: 10/10 às 14h.

| CEU Inácio Monteiro. Sexta: 14/10 às 20h.

| CEU Formosa - Professor Eden Silverio De Oliveira. Terça: 25/10 às 10h.

 

A Criança e o Peixe

Linguagem: Teatro, contação de história

Uma criança amazonense pesca um peixe e, deslumbrada com a beleza da floresta, o perde de vista. Em sua procura, encontra animais que vivem na mata e outros personagens. Livre adaptação do livro "Samburá de Lendas" de Blandina Franco e José Carlos Lollo (Ed. Leya).

| CEU Tiquatira. Segunda: 10/10 às 14h.

| CEU Parque do Carmo - João Candido Almirante Negro. Quarta: 12/10 às 10h.

| CEU Taipas – Profª Maria Beatriz Nascimento. Sexta: 14/10 às 14h.

| CEU Parque Novo Mundo - Leonidas da Silva. Sábado: 22/10 às 10h.

| CEU Lajeado. Segunda: 24/10 às 14h30.

| CEU Abdias do Nascimento - Arthur Alvim. Sexta: 28/10 às 17h.

 

Chocolatte da Vila Maria

Linguagem: Música

Com mais de 30 anos de estrada, o sambista já acompanhou grandes artistas como: Beth Carvalho, Demônios da Garoa, Jamelão, Jair Rodrigues, Monarco, Quinteto e Branco e Preto entre outros. Com muitos vistos na bagagem ele se apresentou em diversos festivais como: Montreux Jazz Festival (Suíça), Jazz à Vienne (Áustria), Guida Festival (Itália), Mega Music – Newtown, Logan Square Auditorium (Chicago/EUA).Seu repertório conta com grandes sucessos como: Chora Neném, Herança Popular, Na Beira da Esquina, Zeca Fumaça e muito mais.

| CEU Uirapuru. Terça: 11/10 às 10h.

 

O Sonho de Chuvinha

Linguagem: teatro

Chuvinha busca um sentido para sua vida, já que, por nascer onde a chuva é escassa, não encontra seu lugar no mundo. Aparecem em seu caminho personagens que o ajudam a enxergar o mundo de outra forma. Com muita música ao vivo e manipulação de bonecos, nossa apresentação tem a duração aproximada de 30 minutos.

| CEU Tiquatira. Terça: 11/10 às 14h30.

| CEU Jaguaré. Domingo: 23/10 às 14h.

| CEU Guarapiranga - Florinda Lotaif Schain. Terça: 25/10 às 10h.

| CEU São Miguel. Sábado: 29/10 às 15h.

 

Comédia Paranormal

Linguagem: Teatro

Trazer seu humor de volta! Essa é a promessa desse paranormal nada normal, filho de uma cigana e um índio, criado por um tamanduá bandeira e um lobo guará. Amadeus Tavendo tem poderes psíquicos e promete levar você às gargalhadas com suas histórias e poderes mediúnicos. Sua primeira incorporação em uma tendinha em Francisco Morato, sua primeira encarnação como uma inocente planta, a vez que veio ao mundo como uma prostituta francesa que fazia a alegria dos homens, ou quando veio como um primo de Moisés são algumas das situações que você verá nesse espetáculo que nos faz rir e refletir sobre a vida e nossas atitudes. Dirigida por Jarbas Homem de Mello, um dos mais consagrados atores de musicais Brasileiro, diretor de grandes nomes como Claudia Raia, Adriana Lessa entre outros e espetáculos como Concerto para Dois, MPB- Musical popular brasileiro e Forever Young a peça traz humor leve e inteligente com uma produção pensada nos pequenos detalhes e que prima pela qualidade como todos os trabalhos por ele assinado. Pedro Fabrini além de dar vida ao personagem assina o texto, autor de comédias de sucesso em cartaz há mais de 15 anos em São Paulo.

| CEU Cidade Dutra. Terça: 11/10 às 18h.

| CEU Enedina Alves Marques - Cidade Tiradentes. Sexta: 21/10 às 20h.

| CEU Guarapiranga - Florinda Lotaif Schain. Quinta: 27/10 às 14h.

 

Cafu e Café

Linguagem: Contação de História

Público: Crianças e adolescentes

CAFÚ e o CAFÉ é uma contação de histórias idealizada pelo ator e arte educador Wil Oliveira. Através de uma linguagem acessível e simples, a história narra algumas memórias afro-brasileira em especial a contribuição que a cultura africana forneceu ao Brasil. A história central gira em torno de situações de preconceito racial, através de bullying no ambiente escolar. Resquícios da escravidão que ainda estão introjectados no cotidiano e na mente de muitas pessoas, inclusive em pessoas negras que desconhecem sua origem, ou seja, não se reconhecem como negro (a).

| CEU Rosa da China. Quarta: 12/10 às 10h.

| CEU Paz. Quarta: 19/10 às 15h.

| CEU Rosa da China. Quinta: 20/10 às 14h.

 

Sonho de Artista

Linguagem: Teatro, dança, música

Sonho de Artista é uma homenagem aos “fazedores de teatro”, especialmente aos artistas mambembes! Fala sobre a profissão do artista e sua resistência incansável, em qualquer tempo! A proposta é levar ao público infantil a esperança, a resiliência ao não abandonar seus sonhos. A leveza de trilhar a profissão que seu coração escolheu. Criar uma identificação de escolha e propósito, por meio de dois símbolos marcantes da infância de todos: a formiga e a cigarra. Além disso, falar da arte como profissão, já que a profissão da cigarra é ser artista, um trabalho como qualquer outro!

Além da trilha original, a peça tem músicas de Zeca Baleiro, Caetano Veloso, Chico Buarque, Milton Nascimento, Edvaldo Santana e Ademir Assunção. Uma peça leve e cheia de alegria, que alcança a poesia e busca homenagear os artistas e seu ofício belo e único! Trabalhar com o que se gosta, e com propósito, torna tudo prazeroso, até superar as dificuldades.

| CEU Parque Novo Mundo. Quarta: 12/10 às 15h.

| CEU Navegantes. Quarta: 19/10 às 14h30.

| CEU Jardim Paulistano. Quinta: 20/10 às 10h.

| CEU Paz. Quinta: 20/10 às 15h.

| CEU Lajeado. Quinta: 27/10 às 10h.

 

É Nóis na Xita 2

Linguagem: Infantil

Público: Teatro

Eles são corajosos, fortes, determinados e muito atrapalhados! Assim, o Grupo Namakaca parte em busca do riso perdido como uma grande aventura, no estilo Indiana Jones, enfrentando desafios e perigos, lutando bravamente na terra, no céu e no mar. Suas armas mais poderosas são o malabarismo, as acrobacias e a palhaçaria.

| CEU Parque Anhanguera. Quinta: 13/10 às 09h30.

| CEU Heliópolis. Segunda: 17/10 às 14h.

| CEU Cantos do Amanhecer. Quarta: 19/10 às 14h.

| CEU Azul da Cor do Mar. Sexta: 21/10 às 14h.

| CEU Jardim Paulistano. Terça: 25/10 às 15h.

 

50+ O Musical

Linguagem: Música

50+MUSICAL: Um ‘‘TRANSPORTE NO TEMPO’’ é a denominação mais correta para esta realização que - entre histórias e músicas - coloca cada espectador de volta à grandes épocas de suas vidas e da música popular brasileira. Neste show Rodrigo Aldý canta e relembra grandes músicas e nomes da música popular, em um bate papo descontraído permeado por grandes sucessos e convida, em cada apresentação, um artista consagrado para cantar e abrilhantar ainda mais o show.

Em poucos instantes cada espectador relembrará épocas marcantes, transformando este dia em um momento único. Um repertório cheio de surpresas e emoção está reservado para esta apresentação.

| CEU Inácio Monteiro. Quinta: 13/10 às 14h.

| CEU Casa Blanca - Professor Solon Borges Dos Reis. Terça: 18/10 às 16h.

| CEU Alto Alegre - Prof. Paulo Suyoshi Minami. Terça: 25/10 às 09h.

| CEU Jambeiro - José Guilherme Gianetti. Sábado: 29/10 às 20h.

 

Eyes of Beholder

Linguagem: Música

Com uma trajetória que completa 10 de anos de carreira, a banda paulistana Eyes of Beholder volta aos palcos com sua nova turnê Visions, esse ciclo completo, o grupo decidiu prestar homenagem ao homem e sua eterna busca pelo autoconhecimento e promete aos fãs com uma turnê épica.

| CEU Sapopemba - Dora Mancini. Quinta: 13/10 às 20h.

 

O Pirata Grilheta e os Dragões do Mar

Linguagem: Teatro

Em busca de um tesouro escondido, o Pirata Grilheta e seus marujos, partem em uma aventura pelo litoral brasileiro. "O Pirata Grilheta e os Dragões do Mar" Uma história repleta de aventuras, monstros e surpresas, nos faz refletir sobre a importância da preservação do meio ambiente. O tema com foco na reciclagem artística - transformação de resíduos, como papel, papelão, madeira, vidros e plásticos, em objetos de arte a fim de estimular a criatividade das crianças.

| CEU Carrão - Carolina Maria de Jesus. Segunda: 14/10 às 14h.

| CEU Vila Alpina, Sábado: 22/10 às 14h.

| CEU Taipas. Sábado: 29/10 às 18h.

 

35 anos de Tribo de Jah

Linguagem: música

35 ANOS DE TRIBO DE JAH! VEM CELEBRAR COM A GENTE!

Depois de 35 anos de estrada a banda Tribo de Jah finalmente conseguiu lançar um Cd “inclusivo”, com inscrições em braile, levando em conta que o grupo tem 4 deficientes visuais entre seus 9 integrantes. Independente da questão da deficiência visual, a banda tem uma sólida carreira consolidada no Brasil e no exterior, tendo se firmado como a principal referência do reggae nacional. Originária do Maranhão, a Tribo conquistou uma legião de fãs por todo o território nacional tendo realizado shows também em diferentes países das Américas do Sul, Central e do Norte, da Europa, África e Ásia.

Este novo trabalho é o décimo sétimo cd da carreira da banda que lançou ainda 2 dvds e 1 documentário. Com mensagens politizadas e letras contundentes, a banda imprimiu sua marca com notável originalidade. Para o lançamento deste novo cd que denota toda a maturidade e a evolução da banda. Depois de incontáveis shows realizados ao longo destes 30 anos, o que tem sido mais gratificante para os integrantes da banda é a vibração intensa dos fãs que definem o show como “a maior vibe” ou “o maior alto astral”, uma experiência plena que passa para os fãs toda a intensidade de um trabalho realizado com amor e devoção.

| CEU Três Pontes. Sexta: 14/10 às 17h.

| CEU Vila Atlântica - Professor João Soares Filho. Terça: 11/10 às 20h.

 

Adriana Faria

Linguagem: Música

Ela e a Viola mescla composições próprias com clássicos consagrados da música caipira e chega com a proposta de ser um elo entre o tradicional e o moderno, um projeto concebido com cuidado essencial em matéria de sonoridade, pautado pelo bom gosto e singeleza das letras e arranjos Aposta que só poderia ser elaborada por Adriana Farias uma cantora e musicista que faz questão de inovar, adotando um estilo único, porém sem deixar de lado as raízes que tanto inspiram sua trajetória.

| CEU São Miguel. Sábado: 15/10 às 15h.

| CEU Campo Limpo. Sexta: 21/10 às 19h30.

| CEU Vila do Sol. Segunda: 24/10 às 14h.

 

Bichos do Brasil

É comum falar que as crianças da cidade pouco conhecem os bichos do campo. Além disso, diversas imagens de bichos nos são apresentadas formando um imaginário muitas vezes artificial, distante da fauna do país. A mídia, o comércio e até mesmo educadores se deixam levar por imagens de bichos da fazenda ou desenhos que nem sempre correspondem aos bichos que vivem em nossas matas. Se, atualmente, enfrentamos a extinção de fato de alguns deles, não podemos deixar que muitos, que felizmente estão longe disto, acabem sofrendo uma extinção dentro do imaginário popular. “Bichos do Brasil” é um espetáculo que busca mostrar a riqueza da fauna brasileira através de recursos plásticos. Pautado nos bonecos, na música e na coreografia, procura criar o ambiente da mata sem exigir um comportamento humano de seus personagens. As fábulas, onde os bichos simbolizam as virtudes e vícios humanos, são deixadas de lado, buscando-se atenção às influências que as mesmas exerceram na cultura popular. Ao beber na mesma fonte inspiradora dos mitos populares, esta produção acaba por fazer uma reverência aos bichos brasileiros, onde sua humanização não faz com que o público pressuponha um final moral. São bonecos feitos a partir de materiais naturais, cujas formas são estabelecidas por cabaças, que ganham novo tratamento e cores diversas, buscando dar uma abordagem contemporânea a elementos rústicos. É a retomada da Pia Fraus às suas origens, fundamentada em temas, formas e pensamentos que formaram a companhia.

| CEU São Mateus. Segunda: 17/10 às 14h30.

 

Amor Mundi

Linguagem: Teatro

AMOR MUNDI se inspira na nossa relação de cuidado e responsabilidade com o mundo. É sobre AÇÃO que se faz em grupo. Sobre risco, imprevisibilidade, codependência, eminência de colisão. Um desejo de insurgir, romper e deixar nascer o que não se sabe.

| CEU Cidade Dutra. Segunda: 17/10 às 14h30.

 

Carta Branca

Linguagem: Circo

Em uma sala de uma só parede, quatro artistas de circo se encontram para ocupar o vazio e transformá-lo constantemente: São bancos, bolas e tábuas de madeira que, através de manipulações, voam pelos ares e deslizam pelo chão, invadindo o espaço e criando em cada momento um novo ce-nário de jogo. Com acrobacia, dança, malabarismo e música ao vivo, esses companheiros não medem esforços para compartilhar seus sonhos e cumprir seu dever: Entreter o público! Mas, através de suas cartas brancas, buscam a sinceridade em compartilhar algo que seja realmente significativo e, assim, acabam expondo seus medos, motivações e fragilidades, mostrando aspectos vulneráveis de suas personalidades.

| CEU Butantã - Profª Elizabeth Gaspar Tunala. Segunda: 17/10 às 15h.

| CEU Vila Rubi - Jornalista Alexandre Kadunc. Quarta: 19/10 às 14h.

 

Comédia em dose dupla

Linguagem: Teatro adulto

O espetáculo apresenta 5 esquetes cômicas, nas quais os atores Vida Vlatt e Pedro Fabrini se desdobram em 10 personagem em diversas e inusitadas situações engraçadas e polêmicas: Branca de Neve, uma adolescente rebelde capaz de enlouquecer sua Madrasta; Adão e Eva, provando que os problemas de relacionamento surgiram desde a criação da humanidade; a desencarnada e o anjo, mostrando ao público que entrar no céu talvez não seja tão fácil quanto parece; Romeu e Julieta, o casal exemplo para tantos apaixonados que lavam a roupa suja no palco depois de mais de 20 anos casados; e a religiosa e sua assistente tradutora de libras levam o público a gargalhadas entre uma pregação e outra enquanto exploram a fé alheia para se dar bem. Humor leve e inteligente são a marca central desta comédia.

| CEU Água Azul. Quarta: 19/10 às 10h e 20h.

| CEU Vila Curuçá. Quinta: 20/10 às 14h.

 

Minhas queridas

Linguagem: Teatro

Clarice Lispector viveu 15 anos em trânsito por diversos países, acompanhando o marido em missão diplomática. Durante esse tempo, escreveu sempre às irmãs, Elisa e Tânia, por quem nutria um amor incondicional. São correspondências íntimas que revelam o percurso interior dessa experiência. O recorte proposto nessa montagem inédita de Minha Queridas mostra a relação com seu trabalho como escritora, mas sobretudo o que esses anos como “esposa de diplomata” lhe causaram na alma.

| CEU Água Azul. Quinta: 20/10 às 20h.

 

Gurmet Dands

Linguagem: Teatro, dança, música

Espetáculo de comedia pastelão da Trup Trolhas, onde três personagens caracterizados de gourmet começam a fazer uma receita, entre um ingrediente e outro, utilizando-se de gags e cascatas, malabarismos com utensílios de cozinha, acrobacia (solos e em mesa), aprontam mil trapalhadas, terminando o espetáculo todo emporcalhados, com uma concepção para ser apresentado em qualquer espaço, e que tem a proposta de dialogar com o cidadão de uma São Paulo frenética e caótica, tirando o cidadão de seu estado de letargia e apreciar um pouco da alegria do circo, espetáculo eclético para toda família.

| CEU Pêra Marmelo. Sábado: 22/10 às 14h.

 

Jota Pé

Linguagem: Música

Público: Família

Cantautor paulistano Jota.pê iniciou sua carreira em 2015. Suas composições recebem fortes influências musicais que vão de Jorge Ben à Caetano Veloso, passando pelo manguebeat de Chico Science. Em 2015 lançou seu primeiro álbum “Crônicas de um Sonhador”.Já se apresentou em importantes palcos da cena nacional como TEDx, Memorial da América Latina Rio2C, Show Livre entre outros. Seu mais novo e recente trabalho é o EP “Garoa” com produção de Lucas Mayer e participação de grandes músicos como Marcelo Mariano e Kabé Pinheiro. Seu lançamento teve início em 2020 onde o artista lançou uma música por vez, e em 2021 o EP Completo com todas as músicas que compõem o álbum. Com a volta dos shows presenciais Garoa inicia em 2021 uma série de Shows já passando por São Paulo Capital e São José dos Campos.

| CEU Parelheiros. Terça: 25/10 às 14h.

 

O Pequeno Herói Preto

Linguagem: Teatro

O Pequeno Herói Preto, conta a aventura do Super Nagô, um youtuber de 10 anos que descobre seus poderes através de sua família. Ele usa os conhecimentos de seus antepassados e da natureza para transformar positivamente a vida das pessoas ao seu redor. A obra é uma idealização do ator Junior Dantas, com direção de Cristina Moura e Luiza Loroza.

| CEU Cidade Dutra. Quinta: 27/10 às 20h.