01/03/2016 09h31

Share

Penha ganha seu primeiro Parklet

Trata-se de um espaço de convivência urbano, instalado sobre vagas de estacionamento. A plataforma foi implantada no centro da Penha

Imagem do post

O bairro da Penha ganhou recentemente seu primeiro Parklet. E, a exemplo de outras regiões da cidade, como Pinheiros e Vila Mariana, passou a desfrutar de um espaço de convivência urbana, que fica localizado na Praça Oito de Setembro, em frente à base da Polícia Militar.

A plataforma, além de proporcionar segurança, possui bancos, floreiras e bicicletário, o que garante o descanso e a tranquilidade às pessoas que moram, trabalham, estudam ou simplesmente fazem compras nas inúmeras lojas do bairro. Também será uma opção de lazer aos jovens que estudam num colégio situado bem próximo ao parklet.

Segundo o Subprefeito da Penha, a ideia é incentivar a ocupação dos espaços públicos, tornando o equipamento em mais uma área de convivência para a população. Em toda a cidade, existem mais de trinta plataformas semelhantes. “A aceitação tem sido muito boa’’, afirma o subprefeito. O custo varia entre 20 a 40 mil reais e prevê ainda WiFi Livre e nova iluminação aos locais previamente escolhidos para se tornarem atrativos.

O que são os Parklets?

Os Parklets são plataformas que podem ser equipadas com mesas, cadeiras, guarda-sóis, aparelhos de exercícios físicos, paraciclos ou outros elementos de mobiliário urbano, sempre com a função de recreação ou de manifestações artísticas. Criado nos Estados Unidos, começaram a aparecer no Brasil há dois anos.

Refere-se a uma iniciativa que permite e estimula o uso do espaço público de forma democrática, permitindo que os próprios cidadãos construam seus locais de convívio, melhorando a paisagem urbana e transformando espaços em lugares mais arborizados e com mais equipamentos urbanos, beneficiando um número maior de usuários. O subprefeito explica que o objetivo é humanizar o uso da rua e incentivar o uso de bicicletas e transporte público.