BAIRRO DE ERMELINO MATARAZZO

Igreja de São Francisco

Igreja de São Francisco


Ermelino Matarazzo
é um distrito situado na zona leste da cidade . Cortado pela linha 12 da CPTM e possui duas estações (USP Leste e Comendador Ermelino). Abriga o Parque Ecológico do Tietê, além de um campus da Universidade de São Paulo recém-construído.

O distrito de Ermelino Matarazzo integra em seu teriitório a Macrozona de Proteção Ambiental e a Macrozona de Estruturação e Qualificação Urbana. Ainda dentro do território de Ermelino Matarazzo encontra-se a sub-bacia do córrego Mongaguá, da qual fazem parte os córregos Ponte Rasa, Franquinho e o próprio Mongaguá, que deságua no Rio Tietê.

A região de Ermelino Matarazzo começou a se desenvolver por volta de 1926, com a chegada da ferrovia e com a construção da estação ferroviária Comendador Ermelino Matarazzo, na época correspondente ao desenvolvimento industrial de São Paulo. Tanto que as indústrias Matarazzo e Cisper instalaram suas fábricas no local. As áreas ao redor da estação foram loteadas e transformadas em vilas (como o Jardim Berlim, atual Jardim Belém).

Com o tempo as industrias deram preferência à bairros próximos às rodovias, o que alterou radicalmente o perfil da região. Por oferecer terrenos mais baratos, e sem infra-estrutura, passou a receber uma grande massa de trabalhadores, principalmente de origem nordestina, e logo transformou-se em um bairro predominantemente residencial.

Posteriormente, com a construção da Rodovia dos Trabalhadores, atual Rodovia Ayrton Senna, e com a proximidade do Aeroporto Internacional de Cumbica, o bairro voltou a receber indústrias, sobretudo químicas, que continuam funcionando na região. Porém a atividade econômica da região o comércio e os serviços.

Cine Jardim Matarazzo

A principal carência da região é a de empregos, 97% da população não trabalha no distrito, o que faz com que haja grande necessidade de locomoção por parte desses trabalhadores, e dêem ao bairro o aspecto de "bairro-dormitório".

Cine Jardim Matarazzo



logo SMB

Rubens B de Morais