Share

BAIRRO DE SANTANA

bairro de santana

A origem do bairro está ligada aos núcleos de catequese instalados pelos jesuítas na fazenda de Santana, doação feita a eles em 1673.

Entre o final do século XVII e o começo do século XVIII foram construídos um grande aterro na várzea inundável do rio Tietê, iniciando-se nas proximidades do Convento da Luz e terminando no bairro de Santana, e uma ponte que facilitavam o acesso dos moradores da região ao centro. O bairro, que era rural e possuía poucos moradores, teve um crescimento lento até o final do século XIX.

Em 1893 foi criado o Tramway da Cantareira - o trenzinho, imortalizado como "Trem das Onze" por Adoniran Barbosa - que contribuiu de forma decisiva para o desenvolvimento de Santana. O Cantareira, como também era conhecido à época, inicialmente não transportava passageiros, pois foi criado para facilitar o contato com o reservatório de água da Serra da Cantareira; porém, alguns moradores passaram a pegar carona, e isto fez com que, após algum tempo, o trem se tornasse o primeiro transporte público de Santana. O trenzinho, que operou até julho de 1964, inspirou a construção do Metrô na região.

Apesar de possuir um intenso comércio, Santana caracteriza-se como um bairro residencial e é um dos maiores e mais importantes da Zona Norte, pois faz a ligação da região com o centro da cidade.

O bairro de Santana possui duas bibliotecas municipais, a Biblioteca Narbal Fontes e a Biblioteca Nuto Sant´Anna.



logo SMB

Narbal Fontes