Jacintho Alberto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rua Talófitos, 16 - Jardim Pirituba
Inaugurado em 2007
Subprefeitura de Pirituba/Jaraguá
Área: 40.910 m²
Funcionamento: 6h às 18h
Telefone: (11) 3994-0947

INFRAESTRUTURA

Oferece áreas gramadas para piquenique, estar e quiosques. A pista de caminhada, com extensão de 360m, possui placas indicativas de metragem percorrida; seu piso é de terra, revestido com matéria orgânica disposta de modo a minimizar a erosão hídrica e viabilizar o manejo sustentável e individual do parque, evitando assim a necessidade de enviar tais resíduos a aterros; esse revestimento contribui para reduzir o impacto da atividade sobre as articulações, além de causar uma sensação muito agradável de bem-estar a quem o utiliza.
Possui quadras de tênis e acessibilidade nos banheiros, na entrada do parque e áreas de circulação.

PARTICULARIDADES

O parque foi inaugurado em área destinada anteriormente a uma praça. Em seu projeto objetivou-se a recuperação de taludes, com a implantação de equipamentos esportivos e áreas de estar acessíveis. Existem vários canteiros implantados em sistema de plantio em nível para minimizar a erosão devido ao seu relevo irregular; foram inseridos alguns sistemas de cortina verde para isolar áreas e gerar melhor impacto visual.

Vegetação composta por áreas ajardinadas arborizadas; os destaques da FLORA são canela-do-brejo (Poecilanthe parviflora), ipê-amarelo (Handroanthus chrysotrichus), ipê-branco (Tabebuia roseoalba), ipê-roxo (Handroanthus heptaphyllus), jerivá (Syagrus romanzoffiana), leucena (Leucaena leucocephala) e mirindiba-rosa (Lafoensia glyptocarpa). Destaques da flora (exemplares isolados): algodoeiro (Heliocarpus popayanensis), canforeira (Cinnamomum camphora), eucalipto (Eucalyptus sp.), figueira-benjamim (Ficus benjamina), sete-capotes (Melaleuca leucadendra), tarumã-branco (Citharexylum myrianthum) e urucum (Bixa orellana). Também foram implantados canteiros com espécies ornamentais floríferas e medicinais. Existe uma área que está sendo reservada com vegetação nativa para criar um ambiente propício e atrair pássaros e pequenos animais. Espécies ameaçadas de extinção: cedro (Cedrela fissilis), palmito-jussara (Euterpe edulis), pau-brasil (Paubrasilia echinata) e pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia).Inventário de flora 2018.

O parque conta com 41 espécies de FAUNA, sendo 9 espécies de insetos, 1 espécie de mamífero e 31 de aves, como por exemplo quiri-quiri, rolinha, maracanã-pequena, beija-flor-de-peito-azul, guaracava-de-barriga-amarela, sabiá-do-campo, tiziu e galo-da-campina. Em adição, foram realizados registros inusitados de tucano-toco e anambé-branco-de-rabo-preto. O tucano-toco, também conhecido como tucanuçu, é o maior dos tucanos, podendo atingir 56 cm de comprimento e pesar 540g. Mamífero como o gambá-de-orelha-preta também pode ser encontrado no parque

O BAIRRO
A região que abrange os distritos de Pirituba, Jaraguá e São Domingos tem uma população de aproximadamente 437,5 mil habitantes, em uma área de 54,7 km². Está localizado na zona norte da cidade. Sua origem no século XIX deve-se à existência de grandes fazendas de café, sendo as principais: a fazenda Barreto, de propriedade do médico resendense Luiz Pereira Barreto, a Fazenda do brigadeiro Tobias e a Fazenda Jaraguá. Com grande influência política dos fazendeiros e a grande importância do café, construíram a estação para receber os carregamentos que se destinavam ao porto de Santos.

O nome de Pirituba é o resultado da palavra "piri", que significa vegetação de brejo e com o aumentativo "tuba", que na língua tupi significa "muito". Pirituba tem como referência histórica a inauguração da Estação de Trem em 01 de fevereiro de 1885. Do desmembramento da Fazenda Barreto, após a morte do seu proprietário em 1922, e consequente partilha pelos herdeiros, as terras foram loteadas em duas etapas (em 1922 e em 1926), criando assim duas vilas. Somadas ao núcleo inicial que se desenvolveu ao lado da estação, deram origem ao bairro. Posteriormente, outras partes da Fazenda Barreto foram loteadas, dando lugar à formação de novas vilas, como a Vila Bonilha, Vila Zatt, Vila Maria Trindade, Vila Mirante e Jardim São José.

Jaraguá, na língua Tupi, significa “Gruta do Senhor”, “Guarda do Vale” ou “Senhor dos Vales”. Abriga, além do pico, a estação de trem do Jaraguá que foi aberta em 1891 com o nome de Taipas. Posteriormente teve o nome alterado para Jaraguá. As primeiras referências históricas da região datam do início do século XVI, quando Martim Afonso de Souza colheu informações sobre os recursos naturais e minerais da região.

CONSELHO GESTOR
Os Conselhos Gestores dos Parques Municipais foram criados em 2003 para garantir a participação popular no planejamento, gerenciamento e fiscalização das atividades que ocorrem nos parques. O objetivo é envolver a comunidade na discussão das políticas públicas de forma consultiva, com enfoque nas questões socioambientais. Os Conselhos são integrados por representantes da sociedade civil (em geral, três frequentadores e um representante de movimento social ou entidade local), um representante dos trabalhadores do parque e três representantes do Poder Executivo.
Saiba mais sobre os Conselhos Gestores no site da SVMA.

VOCÊ SABE QUEM FOI JACINTHO ALBERTO? Ajude-nos a contar a história do parque, trazendo dados sobre a pessoa que empresta seu nome a este espaço público. Escreva o que souber sobre o personagem para svmacomunicacao@prefeitura.sp.gov.br.

COMO CHEGAR ?
8006-10 – Jd. Donaria- Terminal Pirituba
8009-31 – Cid. D’Abril 3 Gleba – Terminal Pirituba
8010-10 – Perus – Pq. Residencial Lapa
8010-21 – Sitio Botuquara – Lapa
8016-10 – Jd. Rincão – Terminal Pirituba
819R-10 – Perus – Term. Lapa
819R31 – Terminal Pirituba – Term. Lapa
8200-10 – Terminal Pirituba – Term. Lapa
847J-41 – Vila Jaraguá – Ceagesp
848L-10 – Recanto dos Humildes – Metrô Barra Funda
8809-10 – Perus – CCPD Raul Tabajara
9019-10 – Jd. Paulistano – Terminal Pirituba

CPTM – Estação Pirituba
+ informações: www.sptrans.com.br