Tatuapé

 Leste                         

Um retângulo com quatro fotografias dentro, separadas por uma fina linha branca. A primeira foto academia da terceira idade em azul e vermelho, a segunda foto trilha de tijolos de concreto com gramas e árvores ao redor, a terceira foto banco de concreto com grama verde e pequenos arbustos atrás, a quarta foto árvores sobre a grama com pequenas flores em tom de lilás caídas.

Rua São Felipe, 730 – Tatuapé
Criado por Decreto em 20/01/2015
Subprefeitura Mooca
Área: 19.128,12 m²
Horário de funcionamento: das 8h às 18h
 

INFRAESTRUTURA
Possui equipamentos de ginástica, áreas de circulação e pista de caminhada com piso intertravado, playground e áreas gramadas para contemplação. Cães são permitidos, desde que circulem com coleiras e guias. 

PARTICULARIDADES
Da metragem total, cerca de 14 mil m² podem ser acessados pelo público (os demais constituem ainda uma área cercada). O espaço permite o acesso informal de cães, desde que conduzidos por guia. Há opção de caminhada em pista coberta por brita, playground e equipamentos de ATI.

Sua vegetação é composta por bosque heterogêneo aberto e áreas ajardinadas, tendo por destaques da flora: aroeira-mansa (Schinus terebinthifolia), cinamomo (Melia azedarach), dedaleira (Lafoensia pacari), flamboiã (Delonix regia), ipê-branco (Tabebuia roseoalba), jacarandá-mimoso (Jacaranda mimosifolia), magnólia-amarela (Magnolia champaca), pau-ferro (Libidibia ferrea var. leiostachya), suinã (Erythrina speciosa) e tipuana (Tipuana tipu). Já foram registradas 20 espécies vasculares, das quais está ameaçado de extinção o pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia).
Inventário de flora.

O BAIRRO
A origem do bairro se confunde com as inúmeras buscas de ouro. Em 1560, Brás Cubas (fundador de Santos) e Luiz Martins resolveram subir ao planalto em busca do precioso metal e, após passar pela Serra do Mar, encontraram um riacho: o ribeirão Tatu-apé (do tupi “caminho do tatu”). Seguiram seu curso e chegaram a um grande rio (Tietê) e acamparam por ali. Foi montado um rancho naquele trecho, com uma ermida devotada a Santo Antônio, um curral e algumas casas.
Brás Cubas acabou indo para o Rio de Janeiro combater os franceses invasores, enquanto as terras ficaram para Rodrigo Álvares e, em seguida, para seu filho. Em 1655, elas foram compradas pelo padre licenciado Mateus Nunes de Siqueira, que desenvolveu intenso trabalho agrícola. Houve nova venda e as terras pertenciam à freguesia da Sé. Em 1796, o município foi desmembrado em outras duas partes: a Freguesia de Nossa Senhora da Penha e Freguesia de Nossa Senhora do Ó.
O Tatuapé passou a pertencer à Penha e, em 1818, as terras passaram para as mãos da Freguesia do Senhor Bom Jesus de Matosinho do Braz. Até 1930, o bairro era apenas um amontoado de casas; em 1934, passa a se chamar Distrito da Paz e assim foi lentamente tomando sua forma.

CONSELHO GESTOR
Os Conselhos Gestores dos Parques Municipais foram criados em 2003 para garantir a participação popular no planejamento, gerenciamento e fiscalização das atividades que ocorrem nos parques. O objetivo é envolver a comunidade na discussão das políticas públicas de forma consultiva, com enfoque nas questões socioambientais. Os Conselhos são integrados por representantes da sociedade civil (em geral, três frequentadores e um representante de movimento social ou entidade local), um representante dos trabalhadores do parque e três representantes do Poder Executivo.
Saiba mais sobre os Conselhos Gestores no site da SVMA.


COMO CHEGAR
271A-10 Metro Santana/Terminal Penha – 800 mts
1177-10 Luz/Terminal A.E. Carvalho – 50 mts
1178-10/31/33 Praça do Correio/ São Miguel Pta. – 50 mts
2762-10 Metro Tatuapé/Ermelino Matarazzo – 800 mts
2765-10 Metro Tatuapé/Vila Cisper – 800 mts
2769-10 Metro Tatuapé/Jd. Romano – 800 mts
N302-11 Terminal Pq. D. Pedro II/Terminal A.E. Carvalho – 800 mts