Ecológico Central do Itaim

 Leste                         

Um retângulo com quatro fotografias dentro, separadas por uma fina linha branca. A primeira foto degraus coberto por folhas secas e arbustos ao redor, a segunda foto tronco de árvores largo com pequenas folhas verdes, a terceira foto ponte feita de madeira com árvores ao redor, a quarta foto trilha com folhas secas no chão e árvores com folhas verdes ao redor.

Rua Antonio João de Medeiros, 226
Inaugurado em 20/11/2013
Subprefeitura de Itaim Paulista
Área: 22.754 m² 
Aberto diariamente das 7h às 17h
Telefone: (11) 2156-3411

Possui coleta de óleo de cozinha.


INFRAESTRUTURA

Acessibilidade nos equipamentos para ginástica, áreas de circulação e entrada e sanitários. Trilhas para caminhada, playground, pista para modalidade especial de bicicross, pista de skate e Biblioteca do Verde.

O QUE É PROIBIDO:

O uso de drones é proibido em todos os parques, conforme determinação da Aeronáutica.

PARTICULARIDADES

 A “Chácara do Seu Antonio” é uma das últimas existentes no Itaim Paulista, localizada na Rua Antonio João de Medeiros, antiga Rua Progresso. Reivindicado pela população, o parque foi solicitado pelo Fórum Ambiental do Itaim Paulista em 2006 para preservar a vegetação de Mata Atlântica existente, pois havia possibilidade de que o terreno fosse destinado a um loteamento urbano.

A área foi desapropriada pela prefeitura, passou por reformas e readequações para se tornar parque. Um casarão antigo foi preservado e abriga a sede da administração. O Decreto 53.408, de 13 de setembro de 2012, criou oficialmente o Parque Municipal Central do Itaim Paulista.

Com uma rica FAUNA, foram observadas 36 espécies de aves silvestres. Dentre as aquáticas, figuram o biguá e a elegante garça-branca-pequena. Destacam-se a saí-andorinha, pela beleza da plumagem azul-brilhante no macho e esverdeada na fêmea, e as aves endêmicas da Mata Atlântica, como o tiê-preto, o arredio-pálido eo picapauzinho-de-coleira.

 A vegetação é constituída predominantemente por bosque heterogêneo com remanescentes de pomar, eucaliptal (eucalyptus sp) com sub-bosque, capoeirinha e área ajardinada. Nos destaques de sua FLORA estão: abacateiro (Persea americana), açoita-cavalo (Luehea grandiflora), bambu-imperial (Bambusa vulgaris), cinamomo (Melia azedarach), espatódea (Spathodea campanulata), faveira (Peltophorum dubium), flamboiã (Delonix regia), gota-santa (Euphorbia umbellata), grumixama (Eugenia brasiliensis), guaçatonga (Casearia sylvestris), jambeiro (Syzygium jambos), jerivá (Syagrus romanzoffiana), leucena (Leucaena leucocephala), lichia (Litchi chinensis), mangueira (Mangifera indica), nespereira (Eriobotrya japonica), uva-japonesa (Hovenia dulcis) e uvaia (Eugenia pyriformis). Já foram registradas 82 espécies vasculares, das quais está ameaçada de extinção: pau-brasil (Paubrasilia echinata).Inventário de flora 2021.

O BAIRRO
A Subprefeitura do Itaim Paulista é cortada por seis córregos no sentido norte-sul que deságuam no rio Tiête; são eles: Itaquera-Itaqueruna, Água Vermelha, Lajeado, Itaim, Tijuco Preto e Três Pontes. A presença das águas em abundância fez prosperarem as olarias, no início do século passado; esse trabalho se multiplicou acompanhou o desenvolvimento da cidade, cada vez mais consumidora de materiais de construção. Pedregulhos e areia eram extraídos do rio Tietê.

A região do Itaim começou a receber seus primeiros moradores apenas no final do século18. Com a chegada da Ferrovia Estrada do Norte, antiga Central do Brasil, no século 19, o bairro iniciou seu desenvolvimento, com casas surgindo ao longo das margens dos trilhos. Em 1957, o Itaim Paulista ganhou sua primeira paróquia, a de João Batista. Juntamente com o desenvolvimento econômico, o Itaim conquistou sua emancipação política. Em 1980 a região foi elevada à condição de distrito autônomo, desmembrando-se de São Miguel Paulista.

A população lota os principais equipamentos públicos, dentre eles três áreas verdes (Parque Chácara das Flores, Parque Santa Amélia e Parque Chico Mendes). O Clube Escola José Ermírio de Moraes, os dois CEUs, os Centros Desportivos Comunitários (CDCs) e a Casa da Cultura são alguns bons exemplos de espaços de cultura e lazer distribuídos pelo distrito.

CONSULTE AQUI O REGULAMENTO DO PARQUE


CONSELHO GESTOR
Os Conselhos Gestores dos Parques Municipais foram criados em 2003 para garantir a participação popular no planejamento, gerenciamento e fiscalização das atividades que ocorrem nos parques. O objetivo é envolver a comunidade na discussão das políticas públicas de forma consultiva, com enfoque nas questões socioambientais. Os Conselhos são integrados por representantes da sociedade civil (em geral, três frequentadores e um representante de movimento social ou entidade local), um representante dos trabalhadores do parque e três representantes do Poder Executivo.
Saiba mais sobre os Conselhos Gestores no site da SVMA.


COMO CHEGAR:
3008-10 Jd. Miriam / CPTM Itaim Paulista
213C-10 Itaim Paulista / Vila Califórnia

+informações: www.sptrans.com.br