Zilda Natel

 Centro-Oeste            

Um retângulo com quatro fotografias dentro, separadas por uma fina linha branca. A primeira foto sendo de uma parte da quadra de basquete mostrando a cesta, a segunda foto mostrando um muro com grafite caricato em tons de roxo, verde, laranja e bege. A terceira foto de uma pista de skate cinza e ladrilhos verdes nas bordas, a quarta foto um homem com blusa vermelha andando de skate. 

Av. Dr. Arnaldo, 1250 – Sumaré
Inaugurado em 15/02/2009
Subprefeitura da Lapa
Área: 2.386,14 m²
Funcionamento: das 9h às 21h
Telefone: (11) 3862-2921

INFRAESTRUTURA

Pistas de skate street, com obstáculos que simulam condições encontradas nas ruas, como rampas e corrimãos; banks com 75 m² no estilo bowl (bacia) e um half pipe de 100m². Dispõe de wi-fi. Quadra de basquete de rua, vestiário, mesas para jogos de tabuleiro e academia para a terceira idade, com aparelhos para ginástica laboral e de baixo impacto (alongador, simulador de caminhada, simulador de cavalgada, de esqui, de remada sentada, de surfe, rotação dupla diagonal, rotação vertical, pressão de pernas e multi-exercitador). ATENÇÃO: O USO DO CAPACETE É OBRIGATÓRIO NAS PISTAS DE SKATE.

Equipamentos de ginástica, sanitários, rampa de acesso ao parque e áreas de circulação são acessíveis; rede wi-fi; pista de skate “Samuka” e quadra de basquete.

PARTICULARIDADES

Voltado para a prática de skate, conta com nove painéis grafitados nos muros. A área do parque havia sido usada como canteiro de obras para a construção da Estação Sumaré da Linha Verde do Metrô, que foi aberta em novembro de 1998. Em 2008, deu-se início às obras de reforma do local, por meio da SMSP. O projeto das pistas contou com a participação de membros da Confederação Brasileira de Skate.
Sua vegetação é composta por arborização e áreas ajardinadas. Destaques da FLORA: abacateiro (Persea americana), alfeneiro (Ligustrum lucidum), figueira-benjamim (Ficus benjamina), goiabeira (Psidium guajava), mangueira (Mangifera indica) e tipuana (Tipuana tipu).

Inventário de flora 2018.

O BAIRRO
As origens da Lapa remontam aos primórdios do povoamento de São Paulo de Piratininga. A primeira notícia sobre a região é de 1581, quando os jesuítas receberam uma sesmaria junto ao Rio Emboaçava, depois chamado Pinheiros. Entre os imóveis da então denominada paragem do Emboaçava, a partir dos meados do século XVIII destacou-se a "Fazendinha da Lapa", vizinha aos sítios da Água Branca, Mandi, Emboaçava e Tabatinguá. Em 1743, os jesuítas deixaram a região. Em 1765, toda a paragem de Emboaçava continha apenas 5 casas com 31 habitantes.

Em 1805, período de incremento da produção de cana de açúcar, todo o movimento de tropas da rota que ligava a Vila de Itu a São Paulo e litoral foi desviado em razão das péssimas condições da ponte sobre o Rio Pinheiros. Aproveitou-se, então, a comodidade da ponte do Sítio do Coronel Anastácio de Freitas Troncoso. Em meados do século XIX, observou-se o desenvolvimento de algumas olarias graças à qualidade do barro às margens do Rio Tietê, favorecendo o crescimento do povoado e reforçando a urbanização do bairro que começava a se tornar industrial.

O parque está instalado em uma região específica, o bairro do Sumaré, ponto elevado da região. Um dos seus símbolos é o Santuário Nossa Senhora do Rosário de Fátima, um dos primeiros a ser construídos fora de Portugal para homenagear a santa (cuja data comemorativa é 13 de maio).

VOCÊ SABE QUEM FOI ZILDA NATEL?
Maria Zilda Natel foi primeira-dama do governador de São, Paulo Laudo Natel (1966/1967 e 1971/1975). Educadora nascida em Pirajuí, São Paulo, foi presidente do Fundo de Assistência Social (hoje Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo), de 15 de junho de 1971 a 14 de março de 1975. Sua atuação à frente da entidade ficou marcada pelas campanhas em prol dos moradores de rua. Em fevereiro de 2009, o Parque foi inaugurado na região de Perdizes e, em sua homenagem, recebeu seu nome.

COMO CHEGAR?
175P/10 – Metrô Santana / Ana Rosa
6232/10 – Pinheiros/Vila Ida / Metrô Barra Funda
478P/10 Sacomã / Pompeia
7267/10 – Apiacás / Pça. Ramos de Azevedo
875H/10 – Term. Lapa / Metrô Vila Mariana
975A/10 – Vl. Brasilândia / Metrô Ana Rosa
+ Informações: www.sptrans.com.br