Prefeito Mário Covas

 Centro-Oeste            

Um retângulo com quatro fotografias dentro, separadas por uma fina linha branca. A primeira foto do caminho de madeira ao fundo com grama e árvores ao redor, a segunda foto da passarela de concreto com grama verde ao redor, a terceira foto de arbustos verdes de folhas grandes, a quarta foto de árvores com folhas verdes.

Avenida Paulista, 1853 - Bela Vista
Criado por decreto em 18/04/2008
Subprefeitura de Pinheiros
Área: 5.396 m²
Funcionamento: 6h às 18h
Telefone: (11) 3289-2160

INFRAESTRUTURA
Bicicletário, sanitários, pérgula, Centro de Informações sobre a cidade; possui acesso à internet (wi-fi). Acessibilidade nos equipamentos de ginástica, sanitários, entrada do parque e áreas de circulação. Dispõe de mesa para piquenique e paraciclo. Possui um Centro de Informações Turísticas (SPTURIS).

PARTICULARIDADES
Na área localizava-se originalmente o jardim da antiga residência Vila Fortunato, de propriedade da família Thiollier, demolida em 1972. Em 1991 o CONPRESP iniciou processo de tombamento do imóvel e estabeleceu diretrizes para sua ocupação. O parque preserva uma das áreas verdes da região da Avenida Paulista e sua implantação foi realizada em parceria com a Subprefeitura.

Apresenta vegetação de bosque heterogêneo com sub-bosque ornamentado por aráceas, bromeliáceas e comelináceas. Destaques da FLORA: abacateiro (Persea americana), bico-de-pato (Machaerium nyctitans), cedro (Cedrela fissilis), figueira-mata-pau (Ficus luschnathiana), grumixama (Eugenia brasiliensis), mamica-de-porca (Zanthoxylum rhoifolium), pitósporo-do-taiti (Pittosporum undulatum), tapiá-guaçu (Alchornea sidifolia) e tapiá-mirim (Alchornea triplinervia). Dentre as espécies registradas, está ameaçada de extinção: cedro (Cedrela fissilis). Inventário de flora 2018.

Foram registradas 31 espécies de FAUNA, sendo doze insetos (borboletas e joaninhas) e 19 aves. Dentre as aves, a maioria delas costuma ser encontrada nos parques urbanos da cidade como o urubu, as pombas silvestres, o beija-flor-tesoura, o periquito-rico, o bem-te-vi, o pitiguari, a andorinha-pequena-de-casa, o sabiá-laranjeira e o sanhaço-cinzento. Entretanto, na primavera e no verão o parque recebe visitantes migratórios como o suiriri e o bem-te-vi-rajado. Além das aves, a borboleta-do-manacá nos presenteia com sua singela beleza.

O BAIRRO
Localizado na zona oeste da cidade de São Paulo, o bairro de Pinheiros é considerado por muitos o bairro mais antigo da metrópole. Nasceu ao longo do rio Pinheiros em 1562 quando, após fracassarem no grande ataque a São Paulo, os índios deixaram Piratininga e se estabeleceram onde hoje está o Largo da Batata, migrando depois para um local conhecido como Nossa Senhora dos Pinheiros.

Por volta do ano de 1600, o chamado Caminho de Pinheiros (atual Consolação) era um dos principais pontos da vila de São Paulo, pois ligava essa região a outras mais distantes. O progresso só veio com o ciclo do café no Brasil, entre o final do século XIX e o começo do século XX. Nesse período registrou-se a chegada de vários imigrantes, como italianos e, mais tarde, japoneses. O bairro sempre teve uma ponte para a travessia sobre o rio, frequentemente destruída por enchentes, até ser erguida uma versão metálica, em 1865.

QUEM FOI MÁRIO COVAS?
Um dos mais importantes políticos brasileiros, Mário Covas Junior nasceu em Santos, em 21 de abril de 1930. Filho do português Mário Covas e da espanhola Arminda Carneiro Covas, cresceu em Santos, onde cursou o ensino fundamental no Colégio Santista. Nessa época, ganhou o apelido de 'Zuza', nome carinhosos usado por seus familiares, devido a uma fantasia de Carnaval. Em 1947, foi estudar química industrial na Escola Técnica Bandeirantes, na capital paulista.

No terceiro ano do curso, prestou vestibular para Engenharia Civil, formando-se na turma de 1955 da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. A intensa militância na política estudantil da década de 50 o levou à vice-presidência da União Nacional dos Estudantes (UNE), em São Paulo. Passou em concurso público na Prefeitura de Santos, onde trabalhou como engenheiro até 1962.

Em 1961, com o apoio de Jânio Quadros, disputou a eleição para a prefeitura de Santos pelo Partido Social Trabalhista (PST), ficando em segundo lugar. No ano seguinte, foi eleito deputado federal, sendo escolhido vice-líder do seu partido na Câmara. Em 1964, com o golpe militar que levou o general Castelo Branco à Presidência, Covas deu um voto de protesto, apoiando o marechal Juarez Távora, que não concorria ao cargo.

CONSULTE AQUI O REGULAMENTO DO PARQUE

CONSELHO GESTOR
Os Conselhos Gestores dos Parques Municipais foram criados em 2003 para garantir a participação popular no planejamento, gerenciamento e fiscalização das atividades que ocorrem nos parques. O objetivo é envolver a comunidade na discussão das políticas públicas de forma consultiva, com enfoque nas questões socioambientais. Os Conselhos são integrados por representantes da sociedade civil (em geral, três frequentadores e um representante de movimento social ou entidade local), um representante dos trabalhadores do parque e três representantes do Poder Executivo.
Saiba mais sobre os Conselhos Gestores no site da SVMA.

COMO CHEGAR?
106A/10 – Metrô Santana / Itaim Bibi
175P/10 – Metrô Santana / Ana Rosa
478P/10 – Sacomã / Pompéia
508L/10 – Term. Princ. Isabel / Aclimação
669A/10 – Santo Amaro / Term. Princesa Isabel
875A-10 – Aeroporto / Perdizes