EM CARTAZ - Programação

 Vivemos nos dias atuais uma explosão de produções áudio visuais. Possivelmente a forma mais atrativa de conseguir a atenção do público, quebrando as normativas de como passar para frente um conteúdo denso de pesquisas e informações.

Pensando em ter uma conversa direta, usual e eficaz com o público, a UMAPAZ inicia o projeto: “Em Cartaz”. Uma listagem de filmes que a primeira vista não tem uma relação clara, não compartilham do mesmo gênero e talvez não estivesse na mesma lista, mas como acompanharíamos a evolução do cinema se nos recusássemos a fugir da praticidade que é continuar o mesmo?

Convidamos os colegas frequentadores do nosso espaço para, semanalmente, experimentar uma forma renovada de discutir sobre os assuntos que já são de casa. Após a exibição dos filmes, a roda é formada e a discussão tem inicio sempre com mediação de um facilitador do tema.

Vamos continuar trazendo durante os meses, diversos títulos, com diferentes propostas, mas com o objetivo claro: analisar o cenário atual do meio ambiente de acordo com o entendimento que o filme colocou em pauta.

 

JANEIRO



Documentário: COSMOS – Carl Sagan e Ann Druyan - 1980

15 de janeiro de 2018, das 13h30 às 16h 

Embarque em uma fascinante jornada até os limites do oceano cósmico, conduzida pelo astrônomo Carl Sagan e redescubra a série que mudou nossa maneira de enxergar o Universo.

Episódio 7: O Esqueleto da Noite

O que são as estrelas? Houve um tempo em que homens curiosos imaginavam que as estrelas fossem campos em fogo no céu, sustentados por uma magia, ou pensavam que a Via Láctea era o “Esqueleto da Noite”. Na caverna de Pitágoras em Samos, Carl Sagan também descobre um outro lado do pensamento Grego, um mundo místico guardado por eléricos que trabalhavam para esconder das pessoas esse tipo de conhecimento. O nascimento do pensamento científico na nossa civilização e o interior de nós mesmos é o tema desse episódio.

Episódio 8: Viagens pelo Tempo e Espaço

As estrelas do Cosmos são mais numerosas que todos os grãos de areia da Terra. Se pudéssemos observar o céu, ininterruptamente, por milhares de anos, constelações mudariam de forma, graças ao intenso movimento das estrelas. Junto a Carl Sagan, viajaremos pelas profundezas do Universo. Em uma máquina do tempo, exploraremos o que aconteceria se o passado pudesse ser alterado. Estudaremos as ideias de um jovem chamado Albert Einstein sobre a possibilidade de viajar em um raio de luz. Exploradores espaciais, em modernas naves, poderiam alcançar o centro da galáxia com rapidez além de nossa imaginação… mas retornariam a uma Terra milhares de anos mais velha do que quando partiram!

Inscrições encerradas.

 

 

Continuação: Documentário: COSMOS – Carl Sagan e Ann Druyan - 1980

22 de janeiro de 2018, segunda-feira, das 13h30 às 16h

 

Episódio 9: A Vida das Estrelas

A maioria dos átomos em nossos corpos foi feita dentro das estrelas! Com técnicas avançadas de astronomia e impressionantes animações gráficas, conheceremos o nascimento, a vida e a morte das estrelas. Carl Sagan nos mostra a origem e a natureza dos buracos negros, corpos com uma força gravitacional tão forte dos quais nem mesmo a luz consegue escapar. Testemunharemos como será a explosão do sol e a redução de nosso planeta às cinzas, cinco bilhões de anos no futuro. Tentaremos conhecer um pouco mais sobre os raios cósmicos, capazes de criar estranhas mutações na Terra, produto de explosões que acontece por todo o universo. A origem, evolução e destino da vida em nosso planeta estão relacionadas com a imprevisível e misteriosa evolução do cosmos.

Episódio 10: O Limite da Eternidade

Qual a origem do universo? Qual o seu destino? Será que continuará a crescer eternamente, ou entrará em colapso? Carl Sagan explora o tempo desde a formação das estrelas e galáxias e nos mostra como os humanos descobriram a expansão do universo. Viajamos para a Índia, onde uma cerimônia milenar celebra os ciclos da vida. Assim como a ciência moderna, a mitologia hindu fala de um universo com bilhões de anos de existência e a possibilidade de ciclos infinitos de morte e renascimento. Mundos de duas e quatro dimensões são explorados pelo Dr. Sagan, que também nos apresenta um conjunto de telescópios, no Novo México, capaz de visualizar os lugares mais distantes do Cosmos, em uma busca incansável pelos limites da existência.

 
Inscrições: aqui
 

Continuação: Documentário: COSMOS – Carl Sagan e Ann Druyan - 1980

29 de janeiro de 2018, segunda-feira, das 13h30 às 16h

 

Episódio 11: A Persistência da Memória

O cérebro humano é o ponto de partida de todas as nossas viagens cósmicas. Cal Sagan nos transporta para uma embarcação de pesquisa oceânica, para conhecermos melhor uma das formas de vida inteligente com a qual dividimos nosso planeta: as baleias. Depois, nos convida a passear pelo cérebro humano e testemunhar a arquitetura do pensamento. Dr. Sagan entra na “biblioteca” do cérebro, onde trilhões de informações são armazenadas. Parte desse conteúdo, além das informações dos nossos genes e de milhares de livros, foi lançado ao espaço a bordo da nave Voyager – uma “mensagem na garrafa” destinada a seres de outras eras… e de outros mundos.

Episódio 12: Enciclopédia Galáxica

Os Objetos Voadores Não Identificados são para muitos, motivo de piada. De fato não existem provas físicas que confirmem sua existência. Carl Sagan faz uma análise dos relatos que se tem de visitantes extraterrestres. A seguir vai até o Egito recriar a pedra Rosetta, marco histórico que permitiu a Jean François Champollion decifrar hieróglifos da civilização antiga dando, assim, à ciência seu conteúdo. Ainda na sua “espaçonave” tão somente orientada pela imaginação, mensagens de civilizações alienígenas são captadas pelo maior telescópio do mundo e receptadas em rádios.

Inscrições:
aqui

 

 

FEVEREIRO

Continuação: Documentário: COSMOS – Carl Sagan e Ann Druyan - 1980
5 de fevereiro de 2018, segunda-feira, das 13h30 às 16h


Episódio 13: O Futuro da Terra

O último episódio da série aborda a necessidade urgente de uma perspectiva planetária para enfrentar a loucura da corrida aos armamentos nucleares. Se no passado, guerreamos uns contra os outros, sem levar em conta e valorizar aspectos culturais e humanos , atualmente caminhamos para uma sociedade global, o que requer uma nova abordagem. Ao mesmo tempo, os mecanismos de destruição criados pela humanidade são capazes de aniquilar espécies, inclusive a nossa. A promessa de uma grande civilização científica foi interrompida no século V, quando a biblioteca de Alexandria foi arrasada. A trajetória de quinze bilhões de anos é novamente traçada até o presente, quando o Planeta Terra apresenta a triste estatística de sessenta mil armas nucleares. Carl Sagan argumenta que a nossa sobrevivência é um dever que temos conosco, com nossos ancestrais e descendentes, e com o Cosmos, o início de tudo.


Inscrições: aqui

 

Documentário: Japão Selvagem – BBC - 2016
19 de fevereiro de 2018, segunda-feira, das 13h30 Às 16h

Episódio 1 e 2
O Japão tem uma surpreendentemente vasta gama de paisagens - do norte, onde águas marinhas andam sobre as águas congeladas, às ilhas subtropicais ao sul, com recifes de corais e mangues; às ilhas centrais, montanhosas e florestais, habitat de ursos e macacos. Cada lugar tem seus próprios desafios, e todos que vivem aqui tem criado estratégias individuais para ajuda-los a sobreviver nestes ambientes imprevisíveis. Esta série explora o lado selvagem do Japão, e descobre como a vida - humana e animal - adaptou-se a viver ao lado das enormes forças da natureza que a região enfrenta - desde vulcões e terremotos a invernos selvagens, agrestes e tufões quentes de verão. Série em 3 episódios. Produção: 2015. Edição: 2016.

Inscrições: aqui


Continuação do documentário: Japão Selvagem - BBC - 2016
26 de fevereiro de 2018, segunda-feira, das 13h30 às 16h

Episódio 3
O Japão tem uma surpreendentemente vasta gama de paisagens - do norte, onde águas marinhas andam sobre as águas congeladas, às ilhas subtropicais ao sul, com recifes de corais e mangues; às ilhas centrais, montanhosas e florestais, habitat de ursos e macacos. Cada lugar tem seus próprios desafios, e todos que vivem aqui tem criado estratégias individuais para ajuda-los a sobreviver nestes ambientes imprevisíveis. Esta série explora o lado selvagem do Japão, e descobre como a vida - humana e animal - adaptou-se a viver ao lado das enormes forças da natureza que a região enfrenta - desde vulcões e terremotos a invernos selvagens, agrestes e tufões quentes de verão. Série em 3 episódios. Produção: 2015. Edição: 2016.

Inscrições: aqui


Facilitação
: Eng. Agron. Juscelino Shiraki e Arq. Brigitte Baum
Coordenação: Eng. Agron. Juscelino Shiraki e Arq. Brigitte Baum
Vagas: 60
Público: Público em geral
Horário: das 13h30 às 16h

 

Local: Sede da UMAPAZ – Parque Ibirapuera. Av. Quarto Centenário, 1268.
Pedestres: Portão 7A.
Estacionamento: Portão 7 da Av. República do Líbano (Zona Azul).

 

Qualquer alteração na atividade será informada via e-mail aos inscritos.

 


» Clique aqui e veja todas as atividades da UMAPAZ

 

Como chegar na UMAPAZ: