Meio Ambiente

Jardim da Luz

Praça da Luz, s/n - Bom Retiro
Prefeitura Regional da Sé
Área: 113.400 m²
Funcionamento: 9h às 18h

Telefone: (11) 3227-3545
(fechado às segundas)

INFRAESTRUTURA

Diversos eventos são realizados no parque, com espaço para apresentações, coreto, playground, espelhos d’água, gruta com cascata, aquário subterrâneo, equipamento de ginástica, pista de Cooper, paraciclo, áreas de estar, sanitários, mirante, ponto de bonde, lagos, chafariz, exposição permanente de esculturas e Casa do Administrador (museu). Destaques da programação:

  • Feira de automóveis antigos (1º domingo do mês);
  • Dança Circular (3º domingo do mês);
  •  Alongamento (atividade diária, às 7h00);
  • Bosque da Leitura (sábados e domingos);
  • Teatro (aos sábados e domingos, às 15h00) - Até 12/03, em cartaz a peça Gira da Rainha.


PARTICULARIDADES

Criado originalmente como Horto Botânico, em 1825 foi aberto ao público como Jardim Público da Luz. É o mais antigo parque público do município e foi tombado pelo CONDEPHAAT em 1981. Apresenta vegetação composta por bosques e jardins implantados com espécies como alecrim-de-campinas, andá-açu, chichá, corticeira, jenipapo, magnólia-branca, manila-copal, oiti, pau-marinheiro, pau-ferro, sapucaia e sol-da-mata. Destacam-se as alamedas de falsa-figueira-benjamim e de guatambu, além da variedade de gimnospermas, palmeiras e roseiral. Foram registradas 165 espécies, das quais 10 estão ameaçadas, como cabreúva, cambuci e palmito-jussara.

Das 73 espécies identificadas no parque, 67 são aves. No espelho d’água há registros do cágado-pescoço-de-cobra, de peixes como carpas, tilápias e acarás; aves como socó-dorminhoco, irerê, martim-pescador-grande e frango-d’água-azul. Rapinantes como o gavião-caboclo e caracará foram avistados. No bosque ocorrem algazarras de periquitos, maracanãs e papagaios, além de pombas silvestres e de diversas espécies de beija-flores e papa-moscas (tiranídeos: pássaros da família do bem-te-vi). Por ser uma “ilha verde” em meio à urbe, o parque é importante parada para aves florestais que por ali passam, a exemplo do beija-flor-preto, tucano-de-bico-verde, tucano-de-bico-preto e bem-te-vi-pirata.

A população de bicho-preguiça que habita o parque desde o final do século XIX é, na verdade, herança do primeiro e extinto jardim zoológico paulistano. Na região central do parque destaca-se o lago em formato de cruz de malta, rodeado por oito belas esculturas que representam as quatro estações do ano. Os coretos, a Casa de Chá e a Casa do Administrador foram totalmente restaurados em parceria com o Monumenta e EMURB. 

COMO CHEGAR:

ÔNIBUS

106A-10 – Metrô Santana – Itaim Bibi
107P-10 – Mandaqui – Pinheiros
107T-10 – Metrô Tucuruvi – C. Universitária
1156-10 – Vila Sabrina – Pça. do Correio
1156-51 – Pq. Edu Chaves – Correio
+ informações: www.sptrans.com.br

METRÔ
Estação Luz (Linha 1- Azul/ Linha 4 – Amarela)

TREM
Estação Luz (Linha 7 - Rubi/ Linha 11- Coral)

CLICOFAIXA DE LAZER
Circuito Paulista/Centro - Funciona aos domingos e feriados, das 7h às 16h