Share

Alfredo Volpi



Av. Eng. Oscar Americano, 480 - Morumbi
Subprefeitura Butantã
Área: 142.400 m²
Horário: 06h às 17h30
Telefone: (11) 3031-7052

INFRAESTRUTURA

Trilhas que são usadas para corridas, caminhadas e contemplação pelo meio da mata, além de nascentes e lagos. Conta com aparelhos de ginástica (barras e pranchas), aparelhos de ginástica de baixo impacto, parquinho, áreas de piquenique, estacionamento, sanitários com acessibilidade e paraciclo.

PARTICULARIDADES

Visando a preservação de uma área remanescente de Mata Atlântica do Planalto Paulista, o projeto paisagístico do parque teve por base, em 1966, uma proposta realizada paisagística Rosa Grena Kliass, com colaboração do arquiteto Carlos Welker e do botânico Helmut Shlik, responsável pelo levantamento florístico da área. O projeto aproveitou as clareiras naturais do local para implantação das áreas de recreação infantil.

Apresenta vegetação composta predominantemente por remanescente de Mata Atlântica em estágio médio de sucessão, além de bosque implantado e áreas ajardinadas. Destacam-se espécies como açoita-cavalo-do-cerrado, angico, camboatá-de-folhas-largas, cambuci, copaíba, guapuruvu, jerivá, jequitibá, passuaré, pau-jacaré e espécies plantadas como cafeeiro, seafórtia, sibipiruna e tipuana. Foram registradas 291 espécies, das quais 12 estão ameaçadas como o pau-brasil, as samambaiaçus (Cyathea corcovadensis e C. delgadii) e a embaúba-prateada.

Conta com aproximadamente 110 espécies de fauna, sendo a maioria aves, com destaque para as endêmicas de Mata Atlântica: tucano-de-bico-verde, capitão-de-saíra, saíra-ferrugem e cigarra-bambu, além de registros ocasionais de anambé-branco-de-rabo-preto e gavião-de-cabeça-cinza que fazem rápida escala no parque. Pica-paus, sanhaçus e saíras (traupídeos) e papa-moscas/tiranídeos (pássaros da família do bem-te-vi) estão bastante diversificados - maior número de espécies. Também constam peixes (cascudos, acarás e guarús), rã-do-folhiço, lagarto “papa-vento”, bicho-preguiça e sagüis.