Share

Aclimação

Rua Muniz de Souza, 1.119 - Aclimação
Subprefeitura: Sé
Área: 112.000 m²
Funcionamento: diariamente das 6h às 22h
Telefone: (11) 3208-4042


Fotos: Joca Duarte / SVMA

INFRAESTRUTURA

Lago, concha acústica, jardim japonês com espelho d’água, aparelhos de ginástica (barras), pista de Cooper e caminhada, playgrounds infantis com espaço para piquenique, estares, paraciclo, campo de futebol e sanitários. Conta ainda com a Biblioteca Temática de Meio Ambiente – Raull Bopp (SMC).

PARTICULARIDADES

Criado no início do século XX com intuito de criação de gado leiteiro, o parque - antes chamado Jardim da Aclimação – era também procurado por famílias para lazer. A partir de 1983, face a ameaças de perda da área pela crescimento imobiliário, os moradores do bairro se uniram num movimento de proteção ao parque e em 1986 foi oficializado o tombamento do parque pelo CONDEPHAAT. Três esculturas de Arcângelo Ianelli estão distribuídas pelo parque em meio ao verde: “Dança Branca”, O Retorno” e “Forma Corrompida”.

Registraram-se 85 espécies de fauna, sendo nove de borboletas, seis de peixes (tuvira e cascudos), três de anfíbios (rã-touro, rã-cachorro e sapo-cururu) e 65 de aves. No lago vivem irerês, ananaís, frangos-d’água, além de garças, savacus, socós, martins-pescadores, biguás e biguatingas que pescam grande quantidade de peixes por dia. Aves como quero-quero, periquito-rico, joão-de-barro, sabiá-laranjeira e chopim são observadas com facilidade. Migrantes como: irré, bem-te-vi-rajado e juruviara habitam as copas das árvores de setembro a março. Com sorte, pode-se observar a coruja-orelhuda e o gambá-de-orelha-preta, animais de hábito noturno.

Sua vegetação é composta por bosques implantados, áreas ajardinadas com espécies nativas e exóticas e brejo. Destaque para o extenso eucaliptal e para exemplares de amoreira, aroeira-mansa, guanandi-do-litoral, jabuticabeira, jacarandá-mimoso, leiteira-de-espinho, magnólia-branca, manduirana, pinheiro-de-norfolk, sete-capotes, sibipiruna e suinã. Foram registradas 88 espécies, das quais copaíba, pau-brasil e pinheiro-do-paraná estão ameaçadas.

O lago do Parque da Aclimação passou por ações de recuperação estrutural com instalação de um novo vertedouro que eliminou as enchentes no entorno e a retirada de 940 toneladas de lodo sólido. As mudanças melhoraram a qualidade ambiental do lago e contribuíram para a drenagem da região da bacia do córrego Pedra Azul.

Foto: Joca Duarte / SVMA