Diálogos Sociais

.

Os diálogos sociais são espaços de mediação social não institucionalizados que possibilitam o consenso entre a Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP), os movimentos sociais, as organizações da sociedade civil e demais cidadãos interessados, nos quais a comunicação permite aos indivíduos realizarem a co-criação de soluções concretas para as demandas apresentadas.

Além das instâncias e instrumentos formais, os órgãos e entidades da Prefeitura Municipal de São Paulo podem promover outros formatos de encontros que tornem possível a colaboração, a troca de experiências e incidência dos cidadãos nas políticas públicas. 

 

<< Não há evento desta natureza agendado pela Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (AMLURB) até o presente momento e não há previsões de futuros eventos que se enquadrem como diálogos sociais a serem realizados >> 

 

Diálogos sociais já realizados

2020

Tema: Discussão com moradores para implantação de um Ecoponto na região da Sapopemba.
Data: Janeiro de 2020.
Devolutivas: A população de Sapopemba através do Deputado Paulo Fiorilo, reinvindicou a implantação de Ecopontos na região. Em novembro de 2020 foram inaugurados dois Ecopontos na Subprefeitura de Sapopemba, o Ecoponto Joaquim Catuna na Rua Lucca Conforti, n° 210 e o Ecoponto Reynaldo José na Rua Silvestro Silvestri, nº 400.
Registros: Sem registros.

 

2019

Tema: 1º Encontro de práticas de compostagem da Cidade de São Paulo.
Data: 25/09/2019
Devolutivas: O Encontro envolveu várias praticas de compostagem da Cidade de São Paulo e contou a participação de ONGs e pessoas engajadas com o tema. Todos elogiaram o encontro e teve uma troca de expericia muito boa, além da dissiminação da compostagem pela cidade. Também foi apresentado pela Prefeitura o trabalho dos pátios de compostagem, o que fez a população conhecer e apoiar ainda mais a iniciativa .
Registros: https://tinyurl.com/yxphyb3v

 

Tema: Encontro com representantes de catadores da Cidade de São Paulo para pensar em praticas para apoio aos catadores.
Data: Abril de 2019 
Devolutivas: No encontro participou entidades como Movimento Nacional de Catadores, Ancaty e alguns lideres de catadores da Cidade para discutir com AMLURB algumas formas de fomentar esta classe. A AMLURB apresentou o programa "Reciclar para Capacitar" que previa a capacitação e mobilização de catadores organizados ou não em cooperativas. Para implantação do programa a AMLURB pediu ajuda dessas lideranças, no intuito de divulgação e implementação do programa. O programa foi lançado e com o apoio dessas entidades atingiu mais de 4 mil catadores, capacitando em torno de 2.400.  
Registros: https://tinyurl.com/y4cvcpme