Plano Chuvas de Verão: Prefeitura intensifica ações de limpeza urbana para minimizar efeitos das chuvas na cidade

As medidas foram divididas em preventivas e corretivas e contemplam os 1.269 pontos com risco de enchentes

 


Foto: Divulgação AMLURB


No intuito de minimizar os impactos causados pelas chuvas de verão nas áreas urbanas e periféricas da cidade, a Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (AMLURB) propôs uma série de ações preventivas e emergenciais. As ações foram divididas em duas etapas: preventivas – serviços de limpeza urbana para evitar possíveis enchentes; e medidas corretivas – ações para controlar os danos causados por pontos de alagamento.


Para compor a nona edição do plano, serão monitorados 1.269 pontos para melhorar o escoamento, que terão a limpeza intensificada em mais de 8 mil bueiros e bocas de lobo. Esses pontos foram identificados por AMLURB, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) e Defesa Civil.


A fim de evitar pontos de alagamento nas 210 bacias da cidade (depressões formadas nas vias), já estão em andamento os serviços de intensificação e antecipação da coleta domiciliar e dos resíduos de varrição, limpeza de bueiros, túneis, ramais e pontos viciados. Até outubro deste ano, a Prefeitura recolheu cerca de 13,5 mil toneladas de detritos de bueiros e bocas de lobo da cidade. 


No caso das regiões que apresentarem ocorrências de enchentes, após a liberação do local pela Defesa Civil ou quando houver condições seguras, as equipes de limpeza irão realizar os serviços de raspagem das vias e logradouros públicos; coleta de materiais diversos; lavagem das ruas e avenidas e limpeza de bueiros e bocas de lobo, para minimizar os danos causados pelas chuvas.


Vale ressaltar que a contribuição da população é fundamental durante esse período de chuvas. Os sacos de resíduos devem ser colocados nas calçadas o mais próximo possível do horário da passagem do caminhão coletor, evitando que os resíduos ensacados fiquem expostos por muito tempo nas vias. Para coleta domiciliar diurna, os resíduos devem ser dispostos em até duas horas antes do horário da coleta, e para coleta domiciliar noturna, os sacos devem ser dispostos somente após às 18h.


Colocar os sacos de lixo em vias públicas fora do horário da coleta é passível de multa no valor de R$ 85,51, conforme estabelece a Lei de Limpeza Urbana, nº 13.478/02º, artigo 151.