Prefeitura adota operação especial de limpeza urbana para enfrentar chuvas de verão

Plano de coleta domiciliar e zeladoria pretende minimizar risco do lixo causar enchentes e alagamentos

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), apresenta o Plano Chuvas de Verão 2019/2020 que propõe uma série de ações preventivas e emergenciais para intensificar a coleta domiciliar, limpeza de bueiros, túneis e ramais durante o período de chuvas, a fim de evitar pontos de alagamento nas cerca de 210 bacias da cidade, que são depressões formadas nas vias. Para compor esse plano, foram mapeados 927 pontos com risco de enchentes identificados pela Amlurb juntamente com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).
As ações de contingência, realizadas em parceria com as concessionárias dos serviços de coleta domiciliar (Ecourbis e Loga) e limpeza urbana (Corpus, Ecosampa, Ecoss Ambiental, Limpa SP, Locat SP e Sustentare), serão executadas em locais críticos, com base no Mapa Geral de Localização de Pontos de Alagamentos, com histórico de índices pluviométricos (medida da chuva em milímetros) com ênfase nos últimos três anos registrados no Infocidade, base de dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano.

No escopo, as ações foram divididas em duas etapas: preventivas – serviços de limpeza urbana para evitar possíveis enchentes, e medidas corretivas – ações para controlar os danos causados por pontos de alagamento. Na primeira etapa, estão relacionadas à coleta adicional dos resíduos sólidos domiciliares, antecipação do recolhimento dos resíduos de varrição, de pontos críticos e viciados; e ainda intensificação da limpeza de bueiros e bocas de lobo – retirada dos resíduos como embalagens, garrafas pet, além de vegetação, terra, lama, areia e etc.
Para as ações corretivas, segunda etapa, estão inclusos plantão de emergência, limpeza geral das áreas das enchentes, raspagem de vias e logradouros públicos, coleta de materiais diversos, lavagem das vias e logradouros públicos e também desobstrução de bueiros e bocas de lobo. Todos estes serviços, que são realizados periodicamente durante o ano, também receberão reforço no período de chuvas.
Durante todo o período sujeito à ocorrência de chuvas na cidade, compreendido entre 1° de novembro de 2019 a 31 de março de 2020, a Amlurb e os consórcios irão monitorar as condições climáticas com o objetivo de antecipar as ações necessárias para evitar a ocorrência de enchentes e alagamentos, sobretudo em regiões localizadas nas principais artérias do sistema viário.
As Centrais de Controle Operacional (CCO) das empresas estarão atuando em caráter de plantão para atender as emergências que podem necessitar de atendimento, para assim garantir o rápido escoamento do volume das águas de chuva.

Balanço do Plano Chuvas de Verão 2018
Em 2018, a Prefeitura promoveu a sétima edição do Plano Chuvas de Verão, que aconteceu de 15 de outubro a 31 de março de 2019 na cidade de São Paulo. Neste período foram recolhidos cerca de 5.624 mil toneladas de resíduos de boca de lobo, e foram intensificados os trabalhos em 238 pontos críticos da cidade, indicados pela CT e CGE.


Sobre a AMLURB
Desde 2002 entrou em vigor a lei número 13.478, na qual houve a criação da AMLURB – Autoridade Municipal de Limpeza Urbana, um órgão regulamentador encarregado pela gestão dos resíduos e limpeza urbana da cidade de São Paulo. A autarquia é vinculada à Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, da Prefeitura de São Paulo e presta serviços com o intuito de proporcionar melhor qualidade de vida aos munícipes de São Paulo. Dentre os serviços públicos prestados, estão a conservação e limpeza dos bens de uso comum do Município, limpeza de áreas públicas em aberto, varrição e lavagem das vias, viadutos, praças, túneis e etc; capinação e roçada do leito de ruas, coleta de Resíduos Domiciliares até 200 litros, coleta de Resíduos da Construção Civil - RCC até 50 kg; coleta de Restos de Móveis e utensílios até 200 litros (Cata Bagulho), coleta de Resíduos de Serviços de Saúde e coleta Seletiva (Recicláveis).