Sobre Amlurb

.

  

 

Desde 2002 entrou em vigor a lei número 13.478, na qual houve a criação da AMLURB – Autoridade Municipal de Limpeza Urbana, um órgão regulamentador encarregado pela gestão dos resíduos e limpeza urbana da cidade de São Paulo. A autarquia é vinculada à Secretaria Municipal das Subprefeituras - da Prefeitura da Cidade de São Paulo, e presta serviços com o intuito de proporcionar melhor qualidade de vida aos munícipes. Atualmente, a AMLURB trabalha com dois tipos de contratos: coleta domiciliar e zeladoria urbana.

A coleta domiciliar é o sistema de recolhimento dos resíduos sólidos residenciais comum e recicláveis realizados por agentes de limpeza em caminhões compactadores. Já a zeladoria urbana é o processo de limpeza das vias, por meio da varrição, coleta, lavagens e retirada de entulho e grandes objetos.

Diariamente são coletados na cidade de São Paulo 20 mil toneladas de resíduos, sendo 8 mil toneladas de resíduos do serviço de varrição e 12 mil toneladas na coleta domiciliar. Em 2020, a AMLURB recolheu 3.619.313 milhões de toneladas de resíduos da coleta domiciliar comum e 94.466 mil toneladas de recicláveis, na coleta seletiva. Mais quantitativos aqui.

Atualmente, o serviço de coleta porta a porta está presente em 100% das vias, cobrindo os 96 distritos do município de São Paulo e conta com aproximadamente 5 mil funcionários e 454 veículos. Já a coleta seletiva domiciliar está presente em 94 distritos da cidade de São Paulo, cobrindo cerca de 76% das vias e conta com 448 funcionários e 77 caminhões.

O serviço de coleta comum e seletiva é operado por duas concessionárias: Loga e Ecourbis, que realizam o recolhimento, transporte e destinam corretamente os resíduos. Os materiais recicláveis são destinados prioritariamente para as 25 Cooperativas de Catadores habilitadas na Prefeitura, e depois para as duas Centrais Mecanizadas de Triagem, que possuem capacidade de processamento de 250 toneladas/dia. Saiba mais sobre coleta domiciliar comum e seletiva.

Em relação aos serviços de zeladoria urbana, desde junho de 2019 a cidade de São Paulo possui uma nova divisão para a zeladoria do município. A disposição vigente é formada por seis áreas e seis consórcios vencedores da última licitação efetuada, os consórcios são: Corpus Saneamento e Obras LTDA, Sustentare Saneamento S. A., Consórcio Locat SP, Consórcio Limpa SP, Consórcio Ecoss Ambiental e o Consórcio SCK – Eco Sampa.

Todas atuantes na realização dos serviços de instalação de lixeiras, varrição, retirada de entulho; limpeza de bueiro; operação dos 117 ecopontos e dos 5 pátios de compostagem; pinturas de guias, entre outros. Com a divisão da cidade em seis áreas, os chamados lotes, o município obteve uma economia de R$ 19 milhões por mês. Acesse aqui, para saber mais sobre varrição.
 

 • Responsáveis por departamento:

Presidência:
Edson Tomaz de Lima Filho

Chefia de Gabinete:
Carlos Eduardo Balotta Barros de Oliveira

Diretor de Gestão de Serviços (DGS):
Evaldo Azevedo

Diretor Administrativo e Financeiro (DAF):
Antonio Fernando Toledo Melara

Diretor de Planejamento e Desenvolvimento (DPD):
Monty Dahan

Assessoria de Comunicação:
Bruna do Nascimento Santos

Assessoria Jurídica:
Cintia Fabiano da Silva Cavalieri

Relações Institucionais:
Catarina Clotilde Ferraz Rossi