PREVIN: Programa previne e combate incêndios

O Programa de Prevenção Contra Incêndios em Assentamentos Precários (Previn) foi implementado pela Secretaria de Coordenação das Subprefeituras em parceria com Sabesp, Eletropaulo e Corpo de Bombeiros com a finalidade de prevenir situações de incêndio em assentamentos precários na cidade.

Para facilitar a atuação, o programa foca quatro objetivos específicos:

  • Inserção comunitária (implantar o programa no local);
  • Ação Conjunta Institucional (conseguir o apoio de diversos órgãos);
  • Medidas Preventivas (treinar e capacitar zeladores e fornecer equipamentos); e
  • Educação Pública (ações de conscientização para os moradores da comunidade).

O Previn visa ainda a desenvolver procedimentos para agilizar medidas de prevenção no combate a incêndios por meio de ações educativas com os moradores da área e garantir a segurança de comunidades que, geralmente, contam com instalações precárias, em relação a moradias ou a eletricidade – os chamados gatos. Tudo isso com a participação dos moradores do local, que recebem treinamento para agir em casos de incêndios.

Além disso, o programa promove a contratação e o treinamento de zeladores comunitários (três por assentamento), para a prevenção e orientação, além de retardamento da propagação de incêndios nos assentamentos onde residem. Eles se revezam e estão sempre munidos de equipamentos, como mochilas costais flexíveis, extintores, retardantes químicos, roupas específicas contra incêndio, entre outros. Também existe a formação do grupo gestor local, que trabalha juntamente com a comunidade, ministrando palestras e orientações nas escolas (cartilhas específicas).

Por intermédio de um mapeamento inicial realizado pelo Corpo de Bombeiros, o Previn levantou as comunidades prioritárias e vulneráveis a incêndios. Esses assentamentos passaram por um estudo que levou em consideração aspectos como: quantidade de construções irregulares, de madeira e alvenaria construídas em área invadida; ligações clandestinas e irregulares de energia e água;; e ocorrências anteriores registradas no Corpo de Bombeiros.

Em 2013, foi criado um grupo de trabalho para diagnosticar a situação das comunidades pertencentes ao programa. Com esse estudo, foram tomadas medidas para melhoria do Previn, como o treinamento dos mais de 100 zeladores comunitários.