PROGRAMA DE APOIO AO PROTETOR INDEPENDENTE – PAPI

Além do serviço de castração gratuita de animais de munícipes, a Prefeitura Municipal de São Paulo oferece ainda esterilização cirúrgica aos animais tutelados por protetores independentes cadastrados, sem limite do número de procedimentos.

O Protetor Independente é um cidadão engajado, altruísta, que sente compaixão pelos animais e defende uma sociedade mais justa. É pessoa física, que resgata cães e/ou gatos abandonados ou em situação de risco, dando assistência necessária e encaminhando para adoção responsável ou devolvendo-os à comunidade em que vivem, no caso de animais comunitários.

Relevência do Programa

A redução do número de animais errantes só será possível através do controle reprodutivo, da adoção e da conscientização da sociedade quanto à guarda responsável.

Sem dúvida, atividade que requer esforço e amplo envolvimento do poder público com a sociedade civil.

A atuação do Protetor Independente corrobora com os preceitos que visam à redução de animais abandonados e a Prefeitura Municipal de São Paulo reconhece a importância deste trabalho.

Transparência

O serviço é oferecido desde 2010 e estava sob-responsabilidade da Divisão de Vigilância de Zoonoses/COVISA, até setembro de 2018 quando migrou para a Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico – COSAP.

A DVZ realizou diversos estudos, inclusive com a participação de populares ligados à causa animal, para aperfeiçoamento do processo. Sem o consenso da definição deste importante agente incorreríamos na possibilidade de distorções. Vale ressaltar que o verdadeiro protetor não é acumulador, nem se vale de benesses.

A COSAP reconhece a necessidade de implantação de novos processos, atualização do banco de dados e reabertura de cadastro. E tem como meta promover justiça e transparência na distribuição dos procedimentos entre os Protetores cadastrados.

O que vem por aí

  • Recadastramento para atualização do banco atual;
  • Abertura de novos cadastros;
  • Definição prévia de cota para procedimentos cirúrgicos destinada ao PAPI, ao ano;
  • Aumento do número de castrações para o Programa, em comparação aos últimos três anos;
  • Agendamentos via sistema, com emissão de protocolo, permitindo total transparência do processo;

 

Série histórica

#PraCegoVer: Ilustração do gráfico dos números de esterilizações de animais de protetores independentes