HOSPITAIS VETERINÁRIOS PÚBLICOS

 

#PraCegoVer: população busca atendimento para seus pets na recepção de um hospital veterinário
População busca atendimento para seus pets

 

A prefeitura oferece atendimento clínico e cirúrgico aos animais por meio de hospitais veterinários públicos, serviço pioneiro no Brasil, sendo disponibilizadas quatro unidades atualmente. As unidades estão sediadas nas Zonas Leste, Norte, Sul e a mais nova, na Zona Oeste.

O serviço visa atender à população de baixa renda, assistida por programas sociais e é exclusivo aos munícipes residentes na cidade de São Paulo. Os atendimentos são realizados conforme disponibilidade de vaga e com priorização dos casos de Urgência e Emergência, que seguem critérios médicos.

Os hospitais oferecem serviços gratuitos de consultas, cirurgias, exames laboratoriais e internação. No total são sete especialidades: oftalmologia, cardiologia, endocrinologia, neurologia, oncologia, ortopedia e odontologia.

Informações importantes:

Casos de urgência e emergência* são atendidos durante o funcionamento da unidade sem a necessidade de retirar senhas.

Atendimentos novos, de baixa e média complexidade, são atendidos conforme ordem de chegada, mediante distribuição de senhas, que acontece a partir de 06h30, de segunda a sexta-feira.

Horário de funcionamento das unidades: de segunda a sexta-feira, de 7h às 17h. O número de atendimentos diários é limitado.

*a definição dos casos de urgência e emergência segue critérios médicos

Documentos necessários para o atendimento:

1. Documento de identificação oficial com foto e CPF do responsável pelo animal, que deverá estar presente no dia do atendimento;
2. Comprovante de residência atualizado em nome do responsável pelo animal;
3. Registro Geral do Animal (RGA)
4. Cartão/comprovante de programa social, se houver

 

O QUE É URGÊNCIA E EMERGÊNCIA?

 

URGÊNCIA

Pode ser entendida como uma situação clínica ou cirúrgica, SEM RISCO DE MORTE IMINENTE, mas que se não for tratada, pode evoluir para um quadro mais grave.

Exemplos: tumores com feridas, icterícia (animal amarelado) e secreção na região genital, no caso de fêmeas.

EMERGÊNCIA

É tudo que implica RISCO IMINENTE DE MORTE, que deve ser tratado nos primeiros momentos após sua constatação.

Exemplos: atropelamento, hemorragia ativa, convulsão, perda de consciência, falta de ar, quando o gato para de urinar.

ATENÇÃO: casos como dor de ouvido, coceira ou doença de pele, tumores sem ferida, pequenas feridas ou cortes, claudicação (animal mancando), vômito esporádico, episódio pontual de diarreia, tártaro e problema locomotor crônico NÃO SÃO CASOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA e serão atendidos mediante a retirada de senha.

 


UNIDADES DE ATENDIMENTO

 

- Unidade Norte
Rua Atílio Piffer, 687 - Casa Verde


- Unidade Leste
Av. Salim Farah Maluf, esquina com R. Ulisses Cruz, lado par - Tatuapé


- Unidade Sul
Rua Agostino Togneri, n° 153 – Jurubatuba
 

- Unidade Oeste (a partir de 01/07/22)
Av. Professor Orlando Marques de Paiva, 87 – Butantã (USP)
triagem social obrigatória na recepção

 

Grafite colorido em tons de verde, marrom e azul. Do lado esquerdo há a ilustração de um gato e do lado esquerdo a de um cachorro.No topo da parede há um painel eletrônico de senha.

 Mural do terceiro Hospital Veterinário Público de São Paulo, criado para atender a uma demanda antiga da população da zona Sul