Castração gratuita no município de São Paulo

#PraCegoVer: arte possui fundo em dois tons de laranja: um mais claro embaixo e uma faixa mais escura centralizada. Há ilustrações que lembram pegadas de pets e outras que lembram o vírus. O texto diz: Cosap informa: novo canal para solicitação de castração de cães e gatos. Confira!

O Programa Permanente de Controle Reprodutivo de Cães e Gatos – PPCRCG é um serviço da Prefeitura Municipal de São Paulo oferecido à população desde 2001 (Lei Municipal nº 13.131/2001). Nesses anos de atuação mais de um milhão e cem mil animais entre cães e gatos foram esterilizados cirurgicamente.

O programa prevê atendimento através de clínicas contratadas ou ainda, por meio de mutirões realizados em regiões de maior exclusão social. A estimativa anual é de mais de 110 mil castrações, podendo sofrer alterações em virtude da programação de ações especiais.

O serviço é gratuito e está disponível a todo munícipe residente na cidade de São Paulo que possua animais de estimação.

Em 2019 a Prefeitura implantou mais uma importante ferramenta no controle reprodutivo de cães e gatos do município: a esterilização cirúrgica por meio de unidades móveis - serviço popularmente conhecido como CASTRAMÓVEL.

Como funciona

CLÍNICAS VETERINÁRIAS

O atendimento pelas clínicas veterinárias contratadas é realizado mediante cadastro prévio dos interessados, que devem obter o Termo de Encaminhamento e escolher a clínica mais próxima à sua residência, para a realização das cirurgias de esterilização.
Você pode obter o Termo de Encaminhamento de duas formas: presencialmente ou online.

Presencial

Para isso, é necessário comparecer a Divisão de Vigilância em Zoonoses (DVZ) ou nas Unidades de Vigilância em Saúde (UVIS) abaixo indicadas, com os seguintes documentos: CPF, RG, comprovante de residência atualizado em nome do tutor do animal e comprovante de vacinação contra raiva, quando houver.


Online

O processo é simples e o primeiro passo é buscar o serviço “Castração de cães e gatos” no menu do Portal SP156 e fazer seu cadastro. Em seguida, basta preencher um formulário online informando os dados do animal que deseja castrar. Você também precisará enviar pelo próprio sistema, os documentos obrigatórios para solicitação do serviço. Depois disso, é só aguardar o agendamento e as orientações gerais.

MUTIRÕES

Os mutirões abrangem regiões classificadas como prioritárias, de acordo com critérios epidemiológicos, demográficos e sociais, destinado a atender a população de maior vulnerabilidade social e, portanto, menor acesso a serviços médicos veterinários.

Acontecem em duas frentes:

1- Realizada por ONGs contratadas em unidades escolares, associações de bairro, entre outros, que concedem o espaço para a realização dos procedimentos cirúrgicos de esterilização.

2- A segunda modalidade, que é a grande novidade oferecida pela Prefeitura de São Paulo, é a esterilização cirúrgica por meio de unidades móveis - serviço popularmente conhecido como CASTRAMÓVEL. Como os mutirões são itinerantes, a população da região contemplada é informada com uma semana de antecedência. As entidades responsáveis pela inscrição e castração do animal, realizam ampla divulgação por meio de panfletos, cartazes, faixas, entre outros, na comunidade local. A inscrição para a cirurgia do animal acontece antes da data do mutirão, onde o munícipe recebe todas as orientações sobre o procedimento cirúrgico e a necessidade do Registro Geral do Animal (RGA). O munícipe deve apresentar o documento de identidade, o CPF e o comprovante de endereço. No ato da inscrição não é necessário a presença do animal

 

#PraCegoVer: Imagem com cor de fundo laranja, do lado esquerdo, fotografia de uma cachorro junto com um gato. No centro da imagem, legenda dizendo: Cronograma de Mutirões.



Identificação

Os animais castrados pelo Programa Permanente de Controle Reprodutivo são identificados por microchip e pelo Registro Geral do Animal (RGA).

O RGA é obrigatório por Lei no município de São Paulo (Lei Municipal 13.131/2001) a todos os cães e gatos com idade superior a três meses de idade e facilita a localização dos tutores no caso de animais perdidos. Consiste em carteira timbrada e numerada, na qual constarão dados do proprietário e do animal, e plaqueta de identificação com número correspondente ao do RGA, que deverá ser fixada à coleira do animal.

Importante: o Registro Geral do Animal (RGA) será emitido gratuitamente no ato do cadastro.
 

Postos de Cadastramento (Download de Arquivo PDF - Tamanho 162 KB)


Obs.: a Lei Municipal 13.131/2001 limita a criação, alojamento e manutenção de até 10 (dez) cães e ou gatos por residência.

Lembre-se: o serviço é oferecido somente para moradores no município de São Paulo.

Mais informações pelo e-mail cosap@prefeitura.sp.gov.br

 

#PraCegoVer: gráfico de fundo cor de rosa com o número de castrações realizadas no município nos últimos dez anos: 2010 (52.270), 2011 (111.836), 2012 (115.149), 2013 (116.985), 2014 (71.874), 2015 (96.683), 2016 (89.840), 2017 (95.243), 2018 (103.844) e 2019 (103.823)