Monumento "À Independência" e Casa do Grito passarão por reforma e conservação

Intervenções serão feitas em homenagem ao bicentenário da independência do Brasil

Em homenagem aos 200 anos da Independência do Brasil, o monumento “À Independência” e a Casa do Grito passarão por melhorias nas edificações, acessibilidade e climatização. As obras foram iniciadas no dia 1 de junho e devem receber um investimento de R$ 3,87 milhões. 

Monumento "À Independência"

O Monumento “À Independência” está situado no Riacho Ipiranga, local onde D. Pedro I proclamou a emancipação do Brasil de Portugal e foi feito em granito e bronze pelo italiano Ettore Ximenes. Em 1953, uma cripta foi construída no seu interior para abrigar os restos mortais de Dom Pedro I e de suas duas esposas, as imperatrizes D. Leopoldina de Habsburgo e D. Amélia de Leuchtenberg. O monumento apresenta três níveis de pisos e, atualmente, o acesso ao último nível é possível somente por escadas.

A reforma e conservação do monumento contempla atividades de limpeza dos granitos, correção de problemas de infiltrações, troca do sistema de ar condicionado, readequação dos banheiros, novas instalações elétricas, melhoria das condições de acessibilidade, com readequação dos níveis existentes no espaço expositivo interno ao monumento, inclusive com a implantação de uma plataforma elevatória para possibilitar acesso ao nível da Cripta Imperial. Serviços gerais serão executados no pátio externo junto ao Monumento, como a readequação da geometria. Também está prevista a implantação de dois jardins de chuva junto ao pátio para resolver o problema do acúmulo de águas pluviais. As peças quebradas do piso (granito) serão substituídas por outras equivalentes.

Casa do Grito

A Casa do Grito está localizada na Praça do Monumento. Seu nome é associado ao quadro “Independência ou Morte” (1888), popularmente conhecido como Grito do Ipiranga, do artista Pedro Américo, por apresentar características semelhantes à casa pintada no canto direito superior da pintura. Atualmente utilizada como espaço expositivo, a casa será contará com recuperação de trincas existentes, nova pintura da edificação e novos acessos externos. Os dois mirantes localizados em área próxima à Casa do Grito estão danificados e também serão recuperados.

Assessoria de Comunicação – SPObras
12/04/2022 - Atualizado em 02/06/2022