SPObras está à frente das inspeções em pontes e viadutos da cidade de São Paulo

Por meio das inspeções, são realizados laudos estruturais nas chamadas Obras de Arte Especiais(OAEs) que são de responsabilidade da Prefeitura

Uma das prioridades do Município é o desenvolvimento e perpetuação de uma cultura de manutenção e avaliação permanente da situação das pontes e viadutos sob responsabilidade da Prefeitura de São Paulo. A determinação para a realização de inspeções para obtenção de laudos estruturais nas Obras de Arte Especiais (OAEs) veio do prefeito Bruno Covas, após o incidente ocorrido no viaduto sobre a CPTM, na Marginal Pinheiros, em novembro de 2018.

Desde o início do Programa de Recuperação de Pontes e Viadutos, lançado no fim de 2018, passaram por vistorias visuais 225 locais (ou 351 unidades estruturais), 20 locais (ou 47 unidades estruturais) passaram por inspeções emergenciais e outros 106 locais (ou 183 unidades estruturais) estão com inspeções especiais em andamento.

As inspeções especiais têm um papel determinante para avaliar as atuais condições das estruturas que merecem mais atenção por parte da Prefeitura. Por meio delas, é possível obter laudos para verificação mais aprofundada das estruturas, os quais permitem um conhecimento ampliado sobre as patologias decorrentes do processo de deteriorização, além de apresentarem recomendações de ações a serem tomadas a partir de critérios técnicos, como a execução de obras de manutenção ou obras mais complexas, como as de recuperação estrutural.

Trata-se de um estudo amplo e inédito para preservar os ativos da cidade de São Paulo.

Assessoria de Comunicação - SPObras
20/04/2021 - **Atualizado em 15/09/2021