Caderno das águas

 


A água é um recurso finito que deve ser bem-utilizado e devolvido aos mananciais com qualidade e em quantidade suficiente para restabelecer seu ciclo. O acesso à água é desigual. Em alguns lugares há bastante desperdício, mas há escassez e disputa por água em diversas partes do mundo. A água está tão presente no nosso cotidiano que poucas vezes refletimos sobre questões como: de onde vem a água que bebemos, da torneira que abrimos...onde está a água de nossa cidade? De onde vem? Por onde passa? Para onde vai? Olhando o mapa dos recursos hídricos da cidade de São Paulo, podemos ver o desenho de nossas águas em todo o corpo da cidade. Porém, quando andamos pelas ruas, nem sempre vemos ou reconhecemos esses cursos de água que mantêm a vida. Muitos estão escondidos, foram canalizados. Outros foram tão poluídos que não podemos mais reconhecê-los. O fato é que essa riqueza natural, tão generosa em nosso território, está ameaçada. O que fizemos das nossas águas? O que é possível fazer para que essa fonte de vida seja protegida, recuperada? Como garantir que nossos filhos, netos e as futuras gerações possam ter água limpa e acessível para vidas saudáveis? Conhecer é um passo para transformar a situação.Mas, é preciso um outro passo, capaz de transformar o conhecimento em mobilização e a mobilização em açãoJá tivemos uma relação respeitosa e amorosa com os nossos rios e mananciais, podemos refazer essa conexão, reconhecendo-nos como parte da teia da vida. Este caderno, que traz o mapa hidrográfico do município,tem o objetivo de lembrar a todos nós, cidadãos de São Paulo, sobre as nossas águas. O mapa ajuda a reconhecer essa riqueza natural que é imprescindível aos seres viventes e a colocar na nossa agenda um compromisso com essa fonte de vida.

 

Acesse aqui o material completo (arquivo pdf )